31 maio, 2010

Pela blogosfera - 37

Em minhas naveganças, descubro que o texto A arca dos dinos, de minha autoria, encontra-se inserido no Carti Download, um blog romeno.
O cartunista Robert Mello, em seu MeTiraDoSério, presta hoje (31/05) uma homenagem ao grande Henrique de Sousa Filho. E o slideshow "Personagens do Henfil", do acervo de EntreMentes, toma parte dessa homenagem.

SCPT. Dia Mundial sem Tabaco


A Sociedade Cearense de Pneumologia e Tisiologia (SCPT) dirige-se à mulher fumante na comemoração desta data. Assim é que propõe:
Venha trocar o seu cigarro
por uma muda de planta.
Dia: 31/05/10
Horário: 10h
Local: Bosque dos Eucaliptos, Hospital de Messejana

OMS. Dia Mundial sem Tabaco


Ler post de hoje (31/05) em Acta Pulmonale.

30 maio, 2010

Aprovada pelo Papa

(SÓ A MENSAGEM)

Pemba na gorduchinha!

Não é exatamente a famosa expressão do repertório de bordões do locutor esportivo Osmar Santos. Esta é... pimba na gorduchinha!
No bordão de Osmar, pimba era o chute, gorduchinha, a bola.
Na expressão em epígrafe, Pemba é o nome deste vídeo que vem da África. E gorduchinha continua sendo a bola. Um certo tipo de bola que um africano pobre consegue fazer com este material: camisinha, pano e barbante.



A ver este vídeo como um mau exemplo de utilização da camisinha (a AIDS está longe de ser controlada na África), prefiro entendê-lo como uma prova de criatividade. E como uma singela demonstração da crescente paixão dos africanos pelo futebol.
Ai, essa terra ainda...

29 maio, 2010

Sorrisos e lágrimas

Vladimir Kirlov, um russo de 34 anos, anda muito irritado com o seu banco. Não é por causa das taxas e dos juros, mas porque o banco não lhe aprovou um empréstimo. Na origem do problema está o fato de Vladimir Kirlov ter assinado o seu pedido de empréstimo com um smiley, essa carinha sorridente que você vê na figura.

O russo insiste:
"Essa assinatura está no meu RG e no meu passaporte. Não vejo razões para o banco recusá-la."

No Brasil, alguém já tentou receber um inusitado cheque. A assinatura estava OK, havia fundos, mas o emitente preenchera o cheque com a palavra "lágrimas" (no lugar do nome da moeda brasileira). Não se sabe se por distração ou por ato falho.

A reengenharia da NASA

Depois de 25 anos em atividade, o ônibus espacial Atlantis vai ser "aposentado". Desceu em 26/05, na pista da Flórida, após cumprir sua última missão, a de número 32, um voo bem sucedido à Estação Espacial Internacional (ISS).
Em meados de setembro será a vez do Discovery e, no final de novembro, do Endeavour. Findas suas últimas missões, estas duas naves também serão desativadas.
A NASA ainda não confirmou mas, pela reengenharia por que passa a autarquia empresa, há fortes indícios de que ela deverá fazer o seguinte:
1) Venderá as naves espaciais desativadas a prefeituras do Meio-Oeste norte-americano para que sejam reaproveitadas no transporte escolar municipal.
2) Reiniciará as viagens ao espaço com modelos tripulados por animais (imagem AmyOops!) cujos custos operacionais são menos questionados pelo contribuinte norte-americano. PGCS

28 maio, 2010

Qual é a cor do Sol?

A cor do Sol não é amarela, ela é branca, levemente rósea. Aproxima-se à cor de fundo da imagem abaixo, classificada como #FFF5F2 pelos web designers.
É esta a cor que o Sol apresenta quando é visto do espaço, sem a dispersão da luz pela atmosfera terrestre.

Flor de lótus

para Conchita


Flor de loto que flotas en mi vida.
Negra de tu limo,
blanda en tus gestos.
Hueles a flor del pantano.
Ardes.
Por estos cientos de piernas,
no tiemblas.
Tiemblo yo
al verte tan ofrecida.
Acercate de mi con tu incendio,
tendré leño para consumirte.

Nelson José Cunha

27 maio, 2010

Bulas




NOVE ENTRE DEZ
BULAS DE REMÉDIOS
SÃO OTIMISTAS. PGCS





Nelson Cunha disse...
Paulo,
As bulas são 100% otimistas. 100% pessimistas são as "bulas" dos cigarros e ainda assim vendem uma barbaridade.

Surpresa evolucionária

Um grupo de cientistas liderado por Keizo Tomonaga, da Universidade de Ozaka, identificou um tipo de vírus que, por volta de 40 milhões de anos atrás, deixou incorporado o seu código genético ao DNA humano. O código deste vírus, um bornavirus, que causa uma forma de esquizofrenia, pode ser transmitido de geração em geração, por estar situado no núcleo celular (no qual preenche 8% do código genético humano) .
A assimilação da sequência viral pelo genoma de um hospedeiro é um processo conhecido pelo nome de endogenização. Ocorre sempre que um DNA viral passa a integrar um dos cromossomas das células reprodutoras e, subsequentemente, pode ser transmitido para a descendência do hospedeiro. Anteriormente, sabia-se que os retrovírus tinham essa propriedade de criar cópias endogênicas nas células dos animais vertebrados. Agora, já se tem o conhecimento de que outras espécies de vírus, como os bornavírus, podem fazer o mesmo.
O bornavírus tem esta designação retirada do nome da cidade de Borna (Alemanha), onde uma epidemia pelo vírus aniquilou, em 1885, um grande número de cavalos. Além do homem e do cavalo, este vírus neurotrópico infecta outros mamíferos e muitas espécies de pássaros.


Comentário
Caso não seja suscetível a crises existenciais, leia também neste blog a nota Você e as bactérias.

26 maio, 2010

Help!

Paulo,
Preciso comprar um apartamento em São Paulo, mas antes devo me matricular num curso de inglês para poder entender o anúncio. Quero saber o que estou comprando.
Pensei em você para traduzir. Assim não precisarei gastar tempo e dinheiro para realizar o sonho da casa própria. O corretor me disse que não vou morar num simples apartamento e sim numa style house.
Está on sale, ou seja, em promoção. Um apartamento, digo style home, de 100 m2 custa só um milhão de reais, e olha que tem 2 vagas, desculpe, 2 car bays. Acho que se continuar a falar português vou ter que mudar daqui.
Você ainda é dos que entendem o idioma de Camões, não é? Tenho sorte de ter amigos assim.
O Brasil tá virando uma pechincha em dólares.
Nelson Cunha

Residence
Gourmet space, home work, smart control, stand alone para o ar condicionado, babysitter center, dance hall, salão de jogos, drive range, piscinas, quadra de squash, snooker bar, beauty center, fitness lounge, sauna, personal line, salas de massagem e tudo mais para seu style house.


Nelson,
Como o meu domínio da língua inglesa não é all the basket, quero dizer, esse balaio todo, então lhe pergunto se não é melhor fazer exatamente o oposto. Passar para o inglês as poucas palavras que, I don't know why downpour, quero dizer, não sei por que cargas d'água, estão aí em português só para enfear o anúncio.
PG

Os poetas

:-)

25 maio, 2010

E pur si muove!

O homem que pilota este barco é Fabio Viale. Ele é italiano. escultor e, tal como os grandes mestres do Renascimento e do Barroco, elegeu o mármore como o material único e exclusivo de suas obras. Este barco, por exemplo.


E pur si muove! (Mas se move!)
Conta-se que o italiano Galileo Galilei teria murmurado a frase acima, diante da Inquisição, quando foi forçado a renegar a ideia de que a Terra girava em torno do Sol.

O "Bolsa Viagra"

Político quer levantar o astral de idosos no RN com remédios contra disfunção erétil.
Antena Paranóica e O DIA ONLINE

Comentário
É preciso haver um certo controle na distribuição e no consumo dessas pílulas, senão...

24 maio, 2010

A luz dos olhos teus

Segundo Vinicius de Moraes:

"Quando a luz dos olhos meus
E a luz dos olhos teus
Resolvem se encontrar
Ai, que bom que isso é, meu Deus
Que frio que me dá
O encontro desse olhar.

Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus
Só pra me provocar
Meu amor, juro por Deus
Me sinto incendiar.

Meu amor, juro por Deus
Que a luz dos olhos meus
Já não pode esperar
Quero a luz dos olhos meus
Na luz dos olhos teus
Sem mais lararará.

Pela luz dos olhos teus
Eu acho, meu amor
E só se pode achar
Que a luz dos olhos meus
Precisa se casar."
Segundo a Soomi Park:


"Esta ideia veio da Soomi Park, na Coreia, e é bastante simples. Um conjunto de cinco LEDs, montado sobre uma armação metálica muito fina, é colocado debaixo de cada olho. Um pequeno cabo conecta os dois conjuntos a um auricular que contém as baterias. O resto é eletrônica: sensores de movimento detectam não só os movimentos das pálpebras e das pupilas como também a inclinação da cabeça. Abanar a cabeça é, aliás, o modo de ligar e desligar o sistema."

Sem relevo

Paulo,
Quanto aos PornoTipos, quero lhe dizer que é página virada. Agora estava usando uma modelo despida, lindíssima, em que as letras estavam tatuadas ao redor das partes envergonhadas, frente e verso.
É melhor marcar logo a consulta porque há fila de espera para a medida da acuidade visual.
Um cego me perguntou se poderia fazer o teste em Braille, eu disse que sim. Perdi o cliente e a modelo. Estão em lua-de-mel no Ceará. Mulher nenhuma resiste a uma poesia apaixonada quando dedilhada em seu próprio corpo.
Nelson Cunha

Nelson,
Localizei numa pensão em Mineirolândia, aqui no Ceará, o cego e a modelo. A fotografia (abaixo) mostra como os fujões passam a maior parte do tempo. Dá para ver que o cego, de tanto dedilhar sobre o corpo da mulher, já levou a escrita a perder o relevo. Mas ele não considera isso relevante, o que ele quer mesmo é rosetar.
PG

23 maio, 2010

Desfazendo um mistério

Que é isso?


Um shopping center da província de Guangdong, China, organizou uma competição para ver quem conseguia mais rapidamente desprender sutiãs com uma só mão. Quem desprendesse oito sutiãs em menos de um minuto ganhava um voucher de compras para gastar no shopping.
Oito moças foram colocadas num palco à disposição dos competidores. Com máscaras e posicionadas de costas para o público.
Muitas pessoas aplaudiram o acontecimento, mas houve algumas mais conservadoras que o desaprovaram frontalmente.
O porta-voz do shopping defendeu a realização dessa competição, dizendo que se tratava de uma iniciativa para promover uma das mais importantes peças do vestuário feminino. E concluiu:
"Os sutiãs de uma mulher são um mistério para muitos homens e essa atividade ajudou-os a compreender sua cultura e seus segredos."
A competição foi ganha por uma mulher que soltou os 8 sutiãs em 21 segundos.

Ópera no Mercado

Os fregueses do Mercado Central de Belo Horizonte tiveram a agradável surpresa de ouvir trechos da "La Traviata", de Verdi, cantado por um grupo de tenores e sopranos da Fundação Clovis Salgado.
A filmagem dessa apresentação, não obstante o ruído ambiental e o provável amadorismo do videomaker, conseguiu captar a forte emoção que a música provocou no público local.


Vídeo sugerido ao blog pelo mineiro Nelson Cunha.

22 maio, 2010

Efeitos colaterais

Como vai ser se a mudança climática não acontecer e estivermos criando um mundo melhor para nada?

Clique para Jesus

É o Click to Jesus, um jogo que surgiu na internet.
Como se joga
  1. Acesse a Wikipédia.
  2. Clique em sua página aleatória (na barra lateral).
  3. Nesta, escolha o link que, ao abrir a respectiva página, o deixe mais perto de Jesus.
  4. E vá em frente, escolhendo e clicando, até chegar à página Jesus.
O objetivo do jogo é chegar a esta página da Wikipédia. E aquele que o consegue com o menor número de cliques vence a rodada.
Em nome do ecumenismo, devo dizer que o objetivo do jogo pode ser modificado para Buda, Jeová, Maomé...

21 maio, 2010

PornoTipos. Uma oftalmologia personalizada

Nelson José Cunha

Como oftalmologista, tenho convivido com clientes que se recusam a usar minha tabela de optotipos (letras ou números). Alguns porque não querem que seu analfabetismo fique a descoberto. Outros porque simulam doenças para conseguir benefícios da Previdência Social.
Diante do problema, parti para uma solução original: uma tabela de PornoTipos. Belas mulheres que se despem na medida em que vão ficando cada vez menores. Terminam desnudas, porem pequeníssimas. Só mesmo aqueles de visão aguda podem apreciar belezas que normalmente andam encobertas. Não imaginava que a idéia fosse fazer o sucesso que fez. Alguns míopes até se levantam da cadeira para examiná-las na distância de um nariz - dos pequenos. Não querem largar a ilustração nem deixar que outros pacientes lhes sucedam no exame. Outros se sentam e já pedem as TipoGirls ou Nelsetes como já estão sendo chamadas pela clientela.
– A das mulheres, doutor!
– Minha vista funciona melhor com elas.
Propõem até pagar um adicional se puderem levar a tabela consigo. Há quem pergunte se não há variações do mesmo optotipo.
Querem morenas, ruivas ou mulatas, com variedade de posições que possam estimular suas libidos frouxas. Um cliente idoso e com acuidade visual comprometida, perguntou se havia tabelas em que as mulheres começavam grandes e despidas para terminarem pequenas e recompostas.
Mulheres e gays andam incomodados comigo. Acham que é uma tremenda discriminação não lhes dar a oportunidade de verem figuras com penduricalhos masculinos apontando para os pontos cardeais. Encomendei ao fabricante uma tabela destas e ouvi, para meu constrangimento, uma piadinha sobre minhas preferências. Desliguei ofendido.
- Ora! Que atrevimento desse atendente, convidar-me para um cineminha juntos?
Aqui em Minas, nada mais apropriada do que uma Tabela Mineira com queijos. Foi o que pensei antes do retumbante fracasso. Até os cegos conseguiam acertar a posição da fatia. Abandonei a idéia, vencido pela sensibilidade extra-sensorial dos mineiros para esse tipo de laticínio.
Tem a ver com a seleção natural: Mineiros que não guardam dinheiro e que sejam insensíveis ao queijo não deixam descendentes.
O certo é que minha clientela está em franco crescimento. Pude dispor de mais tempo entre as consultas porque alguns rapazes consideram-se atendidos à simples exposição dos PornoGatas. Não lhes interessa o restante do exame, pedem licença e saem satisfeitos.
A ideia me fez pensar em usar optotipos segundo a preferência do paciente. Para pastores e judeus usarei maços de notas que vão diminuindo de valor sempre que pronunciarem o nome de Deus em vão. A padres e assemelhados, mostrarei querubins que se despojam das asas e daquelas ridículas roupas diáfanas para atenderem à preferência erótica dos religiosos. Não poderia esquecer dos políticos, para quem o Pinóquio, com um nariz erétil, está reservado. Na medida em que os políticos falem, o nariz do boneco vai crescendo, crescendo... até violá-los como os brasileiros gostariam de ver.

20 maio, 2010

A queima dos registros

Em 14 de dezembro de 1890, Rui Barbosa, então Ministro da Fazenda, mandou queimar os registros de posse e movimentação patrimonial de todos os escravos, o que foi feito ao longo da sua gestão e da de seu sucessor. A razão alegada para o gesto teria sido apagar "a mancha" da escravidão do passado nacional.
Estudiosos afirmam que Rui Barbosa quis, com a medida, inviabilizar o cálculo de eventuais indenizações que vinham sendo pleiteadas pelos antigos proprietários de escravos. Apenas onze dias depois da Abolição, um projeto de lei tinha sido encaminhado à Câmara com a proposta de ressarcir os ex-proprietários de escravos por seus "prejuízos".
Quanto aos escravos - os verdadeiros prejudicados -, não se levou em consideração que estes, pelos trabalhos prestados e maus tratos recebidos, poderiam pleitear suas justíssimas indenizações!

19 maio, 2010

Contando lobos

OU: PORQUE O CARNEIRO SOFRE DE INSÔNIA

Móveis vivos

Em 1987, Peter Cook teve a idéia de fazer "uma cadeira que crescesse".
Nove anos mais tarde, juntou-se a Becky Northey e lançaram a Pooktre.
Pooktre é a arte de modelar as árvores, de modo gradual e seguindo desenhos pré-determinados, para que elas fiquem com as mais surpreendentes configurações.
Uma vez concluído o processo de modelagem de uma árvore, ela pode ser mantida ao ar livre - como um móvel vivo - ou ser retirada para uso em decoração de interiores.

18 maio, 2010

Sem perceber




Ah, a falta que um boné
CORRETAMENTE COLOCADO
faz!



Itapiúna - CE

Leitura rápida

Acaba de ser divulgada a lista dos 10 livros mais sucintos que já foram publicados nos Estados Unidos da América:
  1. O QUE FIZ PARA MERECER O PRÊMIO NOBEL DA PAZ por Barack Obama
  2. O SEGREDO DE UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO por Tiger Woods
  3. COMO BEBER E DIRIGIR COM SEGURANÇA por Ted Kennedy
  4. O QUE EU APRECIO EM BILL por Hillary Clinton
  5. O QUE EU APRECIO EM HILLARY - A SEQUELA por Bill Clinton
  6. COISAS INACESSÍVEIS por Bill Gates
  7. MEU PLANO PARA ENCONTRAR OS VERDADEIROS ASSASSINOS por O. J. Simpson
  8. SELEÇÃO DE PALESTRAS MOTIVACIONAIS por Dr. J. Kevorkian
  9. AMOR A MEU PAÍS por Jane Fonda & Cindy Sheehan
  10. COMO AJUDAMOS AS VÍTIMAS DO KATRINA por Rev. Jesse Jackson & Rev. Al Sharpton
Traduzido de "World's Shortest Books". In: AmyOops!

17 maio, 2010

Ela vem chegando


"Ela vem chegando
E feliz vou esperando
A espera é difícil
Mas eu espero sonhando."
"Zazueira", Jorge Ben






Uma associação de ideias do Blog do Celso Jardim

A Árvore Solitária de Ténéré

A Árvore de Ténéré (L'Arbre du Ténéré) - uma acácia que cresceu no deserto do Saara, em Níger, África - era a árvore mais solitária do mundo: não existia outra árvore a lhe fazer sombra num raio de 400 quilômetros. Era ela a última sobrevivente de um grupo de acácias que haviam crescido quando o deserto ainda não era tão seco.
Abrindo um buraco próximo à árvore, os cientistas encontraram que suas raízes chegavam a uma profundidade de 36 metros. O testemunho de sua busca desesperada pela água de um lençol freático.


Apesar de ser a única árvore (lembrar que não existia outra em 400 quilômetros de distância), em uma região bem aberta, isso não foi motivo suficiente para evitar que um motorista líbio, que dirigia bêbado, batesse nela com um caminhão em 1973, matando-a.
Agora, uma escultura de metal, colocada no ponto em que ela vivia, a homenageia. E a árvore morta foi transferida para o Museu Nacional de Níger.

16 maio, 2010

As preocupações segundo a idade

"Genial descubrimiento el que se describe en Las preocupaciones según la edad, que recorre todas las etapas del ser humano en base de lo que más habitualmente le preguntan a Google con 15, 20, 30, 40 años y más… Tan tierno como realista."
Microsiervos
A pesquisa (resumida) no Brasil
Métodos
Realizada em português, no dia 11/05 (terça-feira), por volta das 9 horas (hora oficial de Brasília).
Utilizou-se o mecanismo de preenchimento automático do Google na internet.
Pesquisou-se com as expressões "tenho X anos" (sendo X = 5, = 10, = 15.... até X = 100).
Levou-se em consideração apenas o primeiro resultado de cada expressão pesquisada.
Pesquisa financiada pelo autor (através da perda de tempo) e sem conflito de interesses.
Resultados
Para 5, 10, 15, 50, 55, 70, 75, 80, 85, 90, 95 e 100 anos o preenchimento automático do Google não se manifestou.
Para as demais idades foram estes os resultados:
Tenho 20 anos e nunca beijei
Tenho 25 anos de sonho e de sangue
Tenho 30 anos e nunca namorei
Tenho 35 anos e quero engravidar
Tenho 40 anos e quero engravidar
tenho 45 anos e quero engravidar
Tenho 60 anos posso me aposentar
Tenho 65 anos posso me aposentar
Discussões
Discutir com o Google é como discutir com Deus.
Conclusões
A mais importante delas é a de que não adianta o meu amigo Belchior ir para o Uruguai: o Brasil não o esquece. Também pudera, quem mandou criar tantas coisas tão belas? PGCS

Vídeo
"A Palo Seco" (canção de Fagner e Belchior) - gravado por "Los Hermanos" e Belchior no programa "Altas Horas".

15 maio, 2010

O beijo no cinema

Uma das cenas de beijo mais inesquecíveis aconteceu em "A Dama e o Vagabundo", filme de animação produzido nos estúdios de Walt Disney, em 1955.

Vagabundo pergunta:
"O espaguete foi bom pra você também?"

Seu blogueiro, seu amigo



Já andou seus 6 Km hoje?
Não?! Está esperando o Q? Acabar de ler o blog (que está danado de bom)?
OK. Mas vá caminhar o quanto antes.

14 maio, 2010

Aula de islandês

Esta é a primeira. Aproveitando o nome da região da Islândia onde se encontra um vulcão em grande evidência. Inicialmente, ouçam o áudio de como esse nome, Eyjafjallajökull, é pronunciado por um nativo local.

Na realidade, Eyjafjallajökull se compõe de três palavras:
- Eyja, que significa "ilha".
- Fjalla, plural de fjall, que significa "montanha".
- Jökull, que significa "glaciar".
Portanto, o nome Eyjafjallajökull, traduzido para o português, significa "o glaciar das montanhas da ilha".

Não é certo que o blog vá dar um curso completo de islandês.

Minha próxima vida

"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás para frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.
Daí, viver num asilo até ser chutado para fora... por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então, você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante para poder aproveitar sua aposentadoria. Aí, você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.
Você vai para o colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta para o útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?
Charles Chaplin
"Na minha próxima vida quero vivê-la de trás para a frente. Começar morto para despachar logo esse assunto. Depois acordar num lar de idosos e sentir-me melhor a cada dia que passa. Ser expulso porque estou demasiado saudável, ir receber a pensão, começar a trabalhar e receber logo um relógio de ouro no primeiro dia. Trabalhar 40 anos até ser novo o suficiente para gozar a aposentadoria. Divertir-me, embebedar-me, ser de um modo geral promíscuo e depois estar pronto para o colégio. Em seguida, o ginásio, fica-se criança e brinca-se. Não ter responsabilidades e ficar um bebê até nascer. Por fim, passar 9 meses flutuando num spa de luxo com aquecimento central e serviço de quarto (em um quarto maior a cada dia) e... Voilà! Acaba como um orgasmo!
Woody Allen




13 maio, 2010

Tecnologia 3D e reprodução humana

O Sensacionalista criou uma notícia absurda: a da mulher que engravidou assistindo a um filme 3D. A seguir, se vangloriou de que cerca de 200 sites do mundo inteiro a houvessem republicado como se fosse verdadeira. Embora soubesse se tratar de uma "pegadinha", Nelson José Cunha resolveu colocar "alguma água nessa sopa" com a criação do texto abaixo.


"A mãe entrou com pedido de pensão alimentícia a ser paga pelo ator do filme. O juiz, depois de consultar vários especialistas em tecnologia 3D e reprodução humana, determinou que a pensão fosse paga. Suspeita-se de que o magistrado, por ser avô paterno do menino, quisesse beneficiar o filho. Afinal, são quatro milhões de dólares, muito dinheiro mesmo para um famoso astro pornô. A decisão foi contestada pelo ator negro, pai biológico da criança, que considerou o valor exagerado. Não houve, segundo seu advogado, a intenção de fecundar a espectadora. A Produtora do filme vai exigir dos exibidores um atestado médico garantindo que as espectadoras não estão em período fértil. Os grandes estúdios de Hollywood como Sony e MGM já entraram com ação na Suprema Corte americana, alegando prejuízo pela queda de frequência do público feminino. A Europa com taxas de crescimento populacional negativo viu uma oportunidade de resolver seu problema. Alemanha e Itália vão fazer um programa experimental de fecundação à distância com jovens voluntários, belos e saudáveis, das Universidades de Dresden e Nápoles. Farão parte da primeira leva de fecundadores 3D. Serão loiros e morenos para manter a diversidade das crias e atender às preferências das mamães. O movimento African is Beautiful quer incluir jovens negros no experimento, mas está encontrando resistência dos partidos mais à direita do espectro político europeu.
Aqui, o ministro Mantega disse que, se este tipo de tecnologia chegar ao Brasil, alguns programas do tipo “Quem quer Dinheiro” do SBT teriam que ser mudados. A distribuição gratuita de dinheiro pela televisão aumentaria a base monetária tornando impossível o controle da inflação. Completou dizendo que se o programa distribuir produtos como camisinhas, medicamentos da farmácia popular etc. teria todo apoio do governo e patrocínio da Petrobras. O Ministro da Saúde, em sua campanha a favor de mais sexo no controle
do hipertesão da hipertensão, irá montar algum tipo de Call Center. As meninas ficariam disponíveis 24 horas para os tímidos e visualmente pouco atrativos machos solitários praticarem a tecnologia 3D e, talvez, a 4D. Esta última tecnologia (www.de4d.org.asmo.br), além das três dimensões, incorporaria o cheiro das meninas.

Isso tudo acaba sendo um novo problema ético para a Igreja Católica, que será chamada a decidir se sexo em 3D é quebra da castidade ou não. Caso aprove a metodologia, os problemas ligados a pedofilia e ao celibato estariam resolvidos para tranquilidade dos pais e preservaçào do patrimônio da instituição.
Da minha parte achei que não deveríamos condenar a tecnologia. Velhos, como eu, teríamos a chance de acariciar algumas atrizes da TV que, de outra maneira, não se deixariam tocar. Quem sabe até chegar a completar o ato, evidentemente com camisinha, porque já bastam os filhos que temos. As pensões com esses valores exorbitantes também não caberiam no salário de um simples aposentado. Aguardemos para ver os desdobramentos desse caso. Sempre digo aqui em casa para não duvidarem da inventividade humana."
NJC

12 maio, 2010

Futebol na prisão

As regras são um pouco diferentes...


Em tempo
O que fica mais atrás sempre se prepara para a cobrança seguinte.

Mea culpa

Ao anunciar que 2010 estava sendo o ano do ressurgimento da indústria naval no Brasil, o editor de EntreMentes cometeu um erro capital. E, por pouco, não foi colocado numa prancha e jogado ao mar para que servisse de repasto aos tubarões. Felizmente não chegou a tanto.
Graças a um juiz magnânimo, o editor teve a sua pena abrandada para a prestação de um serviço de utilidade pública. Deveria criar um slideshow no qual, além de reparar o grande erro cometido, anunciasse aos sete mares o ano em que a indústria naval brasileira verdadeiramente começou a se recuperar.

Esse ano foi 2000: quando o Patropi era governado pelo Infame Dom Henrique, o fundador da Escola de Bagres.


11 maio, 2010

Apagando o fogo


Cara Bella:

Obrigado por preferir a nossa loja.
Você solicitou um grande vibrador vermelho que estava em exposição numa de nossas vitrines.
Lamentamos lhe informar que terá de refazer o seu pedido, após escolher outro modelo, pois o que foi solicitado se trata de um extintor de incêndio.

Infidel Sex Shop

Traduzido de Bits & Pieces

Felicidade

"Oh, que dama fácil, a felicidade!
Mal se acostuma num lugar, ela já sai...
Afaga teu cabelo, cheia de vaidade,
beija-te às pressas, bate as asas e se vai.
Dona infelicidade, ao contrário,
te prende ao coração a ferro e corda.
Para ir embora, diz não ter horário,
senta-se contigo à cama e borda."
Heinrich Heine, apud Jardel Dias Cavalcanti, Felicidade: reflexões...

10 maio, 2010

Analisadores de gases para a SEMACE

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Ceará, a SEMACE, recebeu dois analisadores de gases atmosféricos para efetuar o controle da qualidade do ar. Estes equipamentos de procedência alemã, e que foram adquiridos pelo mecanismo jurídico da compensação ambiental, funcionam com a tecnologia mais avançada da categoria.

Ver mais em Acta Pulmonale.

O videocurrículo

O currículo formatado em vídeo não substitui o currículo impresso, tradicional. Mas, se o candidato a emprego tiver familiaridade com a câmera e quiser inovar em sua auto-apresentação, esse recurso pode se mostrar interessante. Inclusive porque, ao possibilitar a demonstração de certas habilidades pessoais, pode render pontos para a seleção do candidato.
Conforme a consultora de recrutamento Mônica Amaral, o mercado ideal para o videocurrículo são as empresas que costumam estar por dentro das novidades tecnológicas, como as que estão nas áreas de jornalismo, publicidade, marketing, vendas e consultoria, ou que pertencem a setores em que a facilidade de expressão, a capacidade de persuasão e a desenvoltura do candidato são fatores determinantes para a sua contratação.
Informações como dados pessoais devem estar no início do vídeo. Em seguida, precisam ser apresentados o objetivo, a formação acadêmica, as especializações e os idiomas. E, por último, o vídeo deve conter um histórico profissional breve (já que as apresentações extensas não são bem vistas pelos recrutadores).

Ler também "Confira as dicas para montar um videocurrículo". Aqui.

09 maio, 2010

Tal mãe, digital filho



A mãe robô (com o cérebro de ábaco) que traz ao colo o seu filho (com o cérebro digital).
Mãe é tudo igual? Só muda o endereço?

Illustrations by E. Benyaminson for Hello, I'm Robot! by Stanislav Zigunenko (Russia, 1989).

Mães só morrem quando querem

“Eu tinha sete anos quando matei minha mãe pela primeira vez. Eu não a queria perto de mim quando chegasse à escola no meu primeiro dia de aula. Eu me achava forte o suficiente para enfrentar os desafios que a nova vida iria me trazer. Poucas semanas depois descobri aliviado que ela ainda estava lá, pronta para me defender, não somente daqueles garotos brutamontes que me ameaçavam como das dificuldades intransponíveis da tabuada.
Quando fiz 14 anos eu a
matei novamente. Não a queria me impondo regras ou limites, nem que me impedisse de viver a plenitude dos voos juvenis. Mas logo no primeiro porre eu felizmente a redescobri viva, foi quando ela não só me curou da ressaca como impediu que eu levasse uma vergonhosa surra de meu pai.
Aos 18 anos ache que
mataria minha mãe definitivamente, sem chances para ressurreição. Entrara na faculdade, iria morar em república, faria política estudantil, atividades em que a presença materna não cabia em nenhuma hipótese. Ledo engano: quando me descobri confuso sobre qual rumo seguir voltei à casa materna, único espaço possível de guarida e compreensão.
Aos 23 anos me dei conta de que a
morte materna era possível, apenas requeria lentidão... Foi quando me casei, finquei bandeira na independência e segui viagem. Mas bastou nascer meu primeiro filho para descobrir que o bicho mãe se transformara numa espécie ainda mais vigorosa chamada avó.
Para quem ainda não viveu a experiência, avó é mãe em dose dupla. . .
Apesar de tudo continuei acreditando na tese da
morte lenta e demorada e, aos poucos, fui me sentindo mais distante e autônomo, mesmo que a intervalos regulares ela aparecesse em minha vida desempenhando papéis importantes e únicos, papéis que somente ela poderia protagonizar.
Mas o final da história, ao contrário de que eu sempre imaginei, foi ela quem definiu: quando menos esperava, ela decidiu morrer. Assim sem mais nem menos, sem pedir licença ou permissão, sem data marcada ou ocasião para despedida.
Ela simplesmente se foi, deixando a lição que mães são para sempre. Ao contrário do que sempre imaginei, são elas que decidem o quanto esta eternidade pode durar em vida e o quanto fica relegado para o etéreo terreno da saudade."

Minha mãe ainda não decidiu morrer, felizmente. Aquelas que o fizeram, ao partirem para o "etéreo terreno da saudade", deixaram com seus filhos esta lição e muitas outras.
Enviou-me a crônica acima (cujo autor não é identificado) o genealogista Ormuz Simonetti.

08 maio, 2010

O metalúrgico e o marinheiro

Batizado com o nome de João Cândido, o herói da Revolta da Chibata (1910), foi ontem lançado ao mar, no Porto de Suape - Pernambuco, o primeiro grande navio montado no Brasil nos últimos treze anos.

A propósito
Ler artigo de Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador, sobre o ressurgimento da indústria naval no Brasil e no Nordeste.
E ouvir/ver vídeo de "O mestre-sala dos mares", a canção de João Bosco e Aldir Blanc (com a letra que a censura vetou na década de 1970 sendo mostrada nas legendas).


Uma ponte erótica

Nos horários em que a luz solar passando pela amurada projeta um certo tipo de imagem (em série).

07 maio, 2010

Dr. Carta Pácio e as placas dos carros

Recebi tempos atrás (1988) uma correspondência do Dr. Carta Pácio, na qual ele se mostrava preocupado com o sistema de licenciamento de veículos no Brasil. Em seguida, dei trânsito livre à sua ideia.

"Prezado senhor:
Nestes tempos têm-se detectado um fato relacionado com o grande número de carros em circulação no país, para o qual chamo a sua atenção. A inconveniência de licenciá-los pelo atual sistema alfanumérico, que tem duas letras mais quatro números. Amiúde, veículos distintos recebem placas iguais, o que pode ocasionar transtornos a seus proprietários. Por isso, marcha-à-ré e meia, se cogita em mudar o sistema ora usado para outro que corrija a falha.
Trago aqui a minha sugestão. O Departamento de Trânsito continuaria fornecendo os quatro números, que seriam pospostos a duas palavras adrede escolhidas. Duas palavras ao sabor da imaginação do proprietário do veículo. De modo a aumentar o número de combinações possíveis e a diminuir a probabilidade de repetição de placas por esse Brasil velho e com porteira. E não fica apenas nesta vantagem o sistema que proponho. Apresenta outras, facilmente pressentidas.
Para se comunicar en passant, o motorista da cidade não mais teria de lançar mão dos adesivos de para-brisa. Nem o caminhoneiro, da filosofia de para-choque que fez a glória do Carneiro Portela. Porque já basta de "fofinho", "ando todo arranhado mas não largo a minha gata", "brahmalogia", "o Pluto é filho da pluta"... Fora com tudo isso! Em troca, veríamos chapas assim: GERAÇÃO DOURADA 5913, TÁXI LUNAR 7853, MILHAR FELIZ 1212, PRIMAVERA EMPALHADA 6723...
As placas seriam de maior tamanho, meu prezado senhor. Para prever um PERNAMBUCANO SOLITÁRIO 3171, por exemplo. Mas não chegariam ao tamanho dos outdoors, embora como estes também pudessem veicular anúncios ao ar livre. No entanto, o forte da nova chapa seria divulgar uma posição política (FORA SARNEY 2364), uma confissão (CRISTO SALVA 7291), um atributo da personalidade (FINO TRATO 8734), uma intenção (TENEBROSA TRANSAÇÃO 9541) e um estado d'alma (ALTO ASTRAL 2189) do proprietário do carro. E as agruras para o primeiro manter o segundo circulando (SEGUNDA FAMÍLIA 3728).
E quanto "você sabe com quem está falando?" seria evitado no trânsito nervoso da cidade! Porque as placas dos carros abalroados já falariam, muitas vezes, pelos proprietários. E João não desacataria o dono do Comodoro, placa PAVIO CURTO 9960, Antônio não aplicaria rasteira no dono do Santana, chapa MESTRE BIMBA 8651, assim por diante. E seria fácil anotar a placa LEITURA DINÂMICA 4444, duma Marajó cujo dono fugiu do local do atropelamento sem prestar socorro.
Quanto aos carros oficiais, seriam estes identificados pela inclusão de sinais de pontuação em suas chapas. Como nos exemplos: NUMA BOA... 7529, E DAÍ? 3348 e DANEM-SE! 4879. Sinais que inclusive serviriam para realçar a pronta resposta da autoridade constituída diante de certas perguntas. Saiba como é, meu prezado senhor. Há sempre algum cidadão mais impertinente querendo saber onde foi parar o seu (dele) imposto.
E finalizo esta, com a citação da placa que desde já reservo para o meu carro: NADA CONSTA 0390. Que me livrará para sempre de toda multa. Uma forma de compensar o alcoolismo de um veículo que há tempos me vem combalindo as finanças.
Creia-me seu, sinceramente."
Dr. Carta Pácio

Se a sugestão em tela vai emplacar, ninguém sabe. Mas, ultimamente, noto que o Dr. Carta Pácio tem pendido para a filosofia de que "o bom bocado é também para quem o faz". E, como sempre faço nas cartas que ele me envia, ponho no rodapé desta última o meu acrescento: Sic transit gloria mundi. Querendo significar que a glória do mundo está no trânsito. Axé, Dr. Carta Pácio.
PGCS

06 maio, 2010

A fórmula para entender as mulheres

Paulo,
A fórmula é essa aí.




Para entender as mulheres hoje, porque amanhã a premissa será outra e a fórmula terá que ser refeita.
Achei um caminho mais simples:

É... Concordo... Estou de acordo.... Sim, senhora... Perfeitamente.... É pr'agora... Hum-hum... Certíssima... Tem razão... É claro... Querida, você acertou... Bem que você disse...
O pior é quando ela desconfia que não estou ouvindo (*) e pergunta: O que foi que eu disse?
Aí não tem solução... é usar a fórmula mesmo.
Abraços bloguistas.

Nelson Cunha

(*) Nelson, quando você fica sem ouvi-la é porque você deve estar na "Caixa do Nada". Um território cerebral que existe apenas nos homens, recém-descoberto por Mark Gungor, um cientista humorista norte-americano. Assista à exposição dele no YouTube.

Licenças para a prostituição

1
A esposa de um político importante, que ia visitar Hong Kong com o marido, decidiu que, enquanto estivesse por lá, iria se vestir conforme a moda local. Então, antes de viajar, foi a um antiquário onde comprou algumas joias. E a mais espetacular delas acabou sendo um medalhão, no estilo oriental, que, como todos os demais enfeites adquiridos no antiquário, procedia de Hong Kong.
Viajaram, pois, a esse lugar e a mulher, a torto e a direito, passou a circular com o vistoso medalhão. Até que um diplomata chinês, no meio de um banquete oficial, sussurrou-lhe:
"Senhora, com todo o respeito, mas eu me vejo na obrigação de avisá-la que esse medalhão a identifica como uma prostituta pública, com licença para exercer sua profissão na cidade de Xangai. Não sei se a senhora estava a par..."

2
Um casal de Minneapolis, que fazia turismo na França, achava-se hospedado num luxuoso hotel de Paris. Na manhã do dia em que eles retornariam a seu país, decidiriam que cada um sairia para seu lado.
O marido porque queria visitar alguns lugares interessantes, e a mulher porque queria fazer umas últimas compras. Mas... combinaram que se encontrariam ao meio-dia, em frente ao hotel.
A mulher regressou antes e, enquanto aguardava o retorno do marido, pôs-se a andar para cima e para baixo na frente do hotel.
Uns policiais que passavam por ali pararam. E lhe disseram algo que ela não compreendeu bem. Estavam já a lhe entregar uma espécie de intimação quando chegou o marido, e este passou a protestar juntamente com a esposa. Afinal, ela não estava fazendo nada de errado.
Ambos foram conduzidos a uma delegacia, onde a mulher foi acusada de oferecer sexo em local público. Ainda que dessem suas explicações, ouviram na delegacia que, para corrigir esse erro, eles iriam precisar de passar um certo tempo (do que não mais dispunham) em Paris. Portanto, seria mais simples que a mulher tirasse uma licença para praticar a prostituição.
Foi o que ela fez. E o casal conserva, até hoje, essa licença em sua casa em Minneapolis.

Traduzido de "Viajeros temporales y viajeras con licencia".

05 maio, 2010

O vento pontual

Não fosse uma cena diurna esta pintura de Edward Hopper seria perfeita. Para mostrar como eram aqueles momentos em que a gente, no Sítio Catolé (em Senador Pompeu), esperava a passagem do vento do Aracati para ir depois dormir.
O vento passava às 20 horas.


30/06/2017 - Atualizando ...
Vento Aracati compõe real e imaginário dos sertanejos, uma leitura recomendada.

Mapas acidentais

:-)

04 maio, 2010

Loteria e cia.

"A loteria é um imposto aplicado sobre as pessoas que não sabem matemática." Robert A. Heinlein

Transparentius

Caminhões nas estradas costumam ser um obstáculo para a ultrapassagem. Menos este (na foto) que conta com o Transparentius, um sistema que captura as imagens adiante do caminhão para, em tempo real, projetá-las num painel em sua traseira.
Hoje, conceito; amanhã, possível realidade para aumentar a segurança nas estradas.

03 maio, 2010

O que as escolas não ensinam

O reitor de uma universidade do sul da Califórnia enviou um e-mail para a Microsoft, convidando Bill Gates a fazer um discurso de formatura, e, para sua surpresa, ele aceitou o convite. Esperava-se que o dono da Microsoft fizesse um longo discurso, mas ele foi extremamente lacônico. Falou durante cerca de 5 minutos, subiu em seu helicóptero e foi embora. Afinal, o homem mais rico do mundo não tem tempo para desperdiçar em demoradas solenidades de formatura.
A seguir, eis as 11 regras que ele compartilhou com os formandos naquela ocasião:
Regra 1: A vida não é fácil. Acostume-se com isso.
Regra 2: O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa de útil antes de aceitá-lo.
Regra 3: Você não vai ganhar vinte mil dólares por mês assim que sair da faculdade. Você não será vice-presidente de uma grande empresa, com um carrão e um telefone à sua disposição, antes que você mesmo tenha conseguido comprar seu próprio carro e ter seu próprio telefone.
Regra 4: Se você acha que seu pai ou seu professor são rudes, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.
Regra 5: Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seu avós tinham uma palavra diferente para isso. Eles chamavam isso de “oportunidade”
Regra 6: Se você fracassar não ache que a culpa é de seus pais. Não lamente seus erros, aprenda com eles.
Regra 7: Antes de você nascer seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por terem de pagar suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são “ridículos”. Então, antes de tentar salvar o planeta para a próxima geração, querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente arrumar o seu próprio quarto.
Regra 8: Sua escola pode ter criado trabalhos em grupo para melhorar suas notas e eliminar a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em muitas escolas você repete o ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente nada na vida real. Se pisar na bola, está despedido… RUA! Faça certo da primeira vez!
Regra 9: A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre férias de verão e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período.
Regra 10: Televisão não é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar.
Regra 11: Seja legal com os CDFs – aqueles colegas que os demais julgam que são uns babacas. Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar para um deles.
Post sugerido por Nelson Cunha. Ver também uma versão Slideshare.

Quem criou esta imagem?

Bem, depende. A fotografia propriamente dita foi tirada por Jeff Tabor e Matt Good, em 2007. Antes dela, porém, bactérias da espécie E. coli, modificadas geneticamente, fizeram o seu "dever de casa" em um disco de Petri infundido por um açúcar que era capaz de escurecer o meio ao ser digerido.
Assim, as partes escuras da imagem correspondem aos locais em que o açúcar foi digerido pelas bactérias, enquanto as suas partes claras significam que, nestes outros locais, tal não aconteceu. Isto porque, nessas regiões que permaneceram claras, as bactérias estavam impedidas de consumir o açúcar por um gene modificado e que era ativado pela luz.
Tabor, um dos responsáveis pela experiência, trabalha atualmente na Universidade da Califórnia, San Francisco, onde continua a estudar a influência da luz sobre o comportamento das colônias de bactérias modificadas pela engenharia genética.

02 maio, 2010

Onde só tem gente boa

Nos últimos anos, o cantor Diego Nogueira tem sido um dos baluartes de defesa da música brasileira de qualidade. Nos discos que grava, nos shows que faz pelo país e, principalmente, em seu programa Samba na Gamboa, exibido pela TV Brasil, às terças-feiras.
Nas edições semanais do programa, Diego entrevista antigos e novos nomes da MPB (muitos deles eclipsados pela atual mediocridade musical do país) e com eles interpreta selecionadas canções.
O vídeo aqui mostrado é de pura emoção. Diego e seu pai (já falecido, mas com a voz e a imagem sendo mostradas num telão) cantam uma das músicas que este compôs: Espelho.
Diego é Nogueira por parte de pai, o grande e inesquecível sambista João Nogueira, de tia, a Gissa, e de avô, o João Batista, todos eles músicos e compositores. Para mais uma vez confirmar o dito que quem sai aos seus não degenera.


01 maio, 2010

A versão gaudéria da Bíblia

Os causo das Escritura
"Pois não sei se já les contei os causo das Escritura Sagrada. Se não les contei, les conto agora. A história, essa é meio comprida, mas vale a pena contá por causa dos revertério. De Adão e Eva acho que não é perciso contá os causo, porque todo mundo sabe que os dois foram corrido do Paraíso por tomá banho pelado numa sanga.
Naqueles tempo, esse mundaréu todo era um pasto só sem dono, onde não tinha nem dele nem meu. O primeiro índio a botá cerca de arame foi um tal de Abel. Mas nem chegou a estendê o primeiro fio porque levou um pontaço no peito do irmão dele, um tal de Caim, que tava meio desconforme com a divisão. O Caim, entonces, ameaçado de processo feio, se bandeou pro Uruguay. Deixou o filho dele, um tal de Noé, tomando conta da estância.
A estância essa ficava nas barranca de uma corredera e o Noé, uns ano despois, pegou uma enchente muito feia pela frente. Cosa munto séria. Caiu uma barbaridade de água. Caiu tanta água que tinha até índio pescando jundiá em cima de cerro. O Noé entonces botou as criação em cima de uma balsa e se largou nas correnteza, o índio velho. A enchente era tão braba que quando o Noé se deu conta a balsa tava atolada num banhado chamado Dilúvio.
Foi aí que um tal de Moisés varou aquela água toda com vinte junta de boi e tirou a balsa do atoleiro. Bueno, aí com aquele desporpósito, as família ficaram amiga. A filha mais velha do Noé se casou-se com o filho mais novo do Moisés e os dois foram morá numa estância muito linda, chamada estância da Babilônica. Bueno, tavam as família ali, tomando mate no galpão, quando se chegou um correntino chamado Golias, com mais uns trinta castelhano do lado dele. Abriram a cordeona e quiseram obrigá as prenda a dançá uma milonga.
Foi quando os velho, que eram de muito respeito, se queimaram e deu-se o entrevero. Peleia braba, seu. O correntino Golias, na voz de vamos, já se foi e degolou de um talho só o Noé e o velho Moisés. E já tava largando planchaço em cima do mulherio quando um piazito carretero, de seus dez ano e pico, chamado Davi, largou um bodocaço no meio da testa do infeliz que não teve nem graça. Foi me acudam e tou morto. Aí a indiada toda se animou e degolaram os castelhano. Dois que tinham desrespeitado as prenda foram degolado com o lado cego do facão. Foi uma sanguera danada. Tanto que até hoje aquele capão é chamado de Mar Vermelho.
Mas entonces foi nomeado delegado um tal de major Salomão. Homem de cabelo nas venta, o major Salomão. Nem les conto! Um dia o índio tava sesteando quando duas velha se bateram em cima dum guri de seus seis ano que tava vendendo pastel. O major Salomão, muito chegado ao piazito, passou a mão no facão e de um talho só cortou as velha em dois. Esse é o muito falado causo do Perjuízo de Salomão que contam por aí.
Mas, por essas estimativas, o major Salomão, o que tinha de brabo tinha de mulherengo. Eta índio bueno, seu. Onde boleava a perna, já deixava filho feito. E como vivia boleando a perna, teve filho que Deus nos livre. E tudo com a cara dele, que era pra não havê discordância. Só que quando Deus nosso Senhor quer, até égua véia nega estribo. Logo a filha das predileção do major Salomão, a tal de Maria Madalena, fugiu da estância e foi sê china de bolicho. Uma vergonhera pra família. Mas ela puxou a mãe, que era uma paraguaia meio gaudéria que nunca tomou jeito na vida. O pobre do major Salomão se matou-se de sentimento, com uma pistola Eclesiaste de dois cano.
Mas, vejam como é a vida. Pois essa mesma Maria Madalena se casou-se três ano dispois com um tal de coronel Ponciano Pilatos. Foi ele que tirou ela da vida. Eu conheço uns três caso do mesmo feitio e nem um deles deu certo. Como dizia muito bem o finado meu pai, mulher quando toma mate em muita bomba, nunca mais se acostuma com uma só. Mas nesses contraproducente, até que houve uma contrapartida. O coronel Ponciano Pilatos e a Maria Madalena tiveram doze filho, os tal de aposto, que são muito conhecido pelas caridade que fizeram. Foi até na casa deles que Jesus Cristo churrasqueou com a cunhada de Maria Madalena, que dispois foi santa muito afamada. A tal de Santa Ceia.
Pois era uns tempo muito mal definido. Andava uma seca braba pelos campo. São José e a Virge Maria tinham perdido todo o gado e só tavam com uma mula branca no potrero, chamada Samaritana. Um rico animal, criado em casa, que só faltava falá. Pois tiveram que se desfazê do pobre. E como as desgraça quando vem, já vem de braço dado, foi bem aí que estouraram as revolução.
Os maragato, chefiado por uma tal de coronel Jordão, acamparam na entrada da Vila. Só não entraram porque tava lá um destacamento comandado pelo tenente Lazo, aquele mesmo que por duas vez foi dado por morto. Mas aí um cabo dos provisório, um tal de cabo Judas, se passou-se pros maragato e já se veio uns tal de Romano, que tavam numas várzeas, e ocuparam a Vila.
Nosso Senhor foi preso pra ser degolado por um preto muito forte e muito feio chamado Calvário. Pois vejam como é a vida. Esse mesmo preto Calvário, degolador muito mal afamado, era filho da velha Palestina, que tinha sido cozinheira da Virge Maria. Degolador é como cobra, desde pequeno já nasce ingrato. Mas entonces botaram Nosso Senhor na cadeia, junto com dois abigeatário, um tal de João Batista e o primo dele, Heródio dos Reis. Os dois tinham peleado por causo de uma baiana chamada Salomé e no entrevero balearam dois padre, monsenhor Caifás e o cônego Atanásio.
Mas aí veio uma força da Brigada, comandada pelo coronel Jesus Além, que era meio parente do homem por parte de mãe, e com ele veio mais três corpo de provisório e se pegaram com os maragatos. Foi a peleia mais feia que se tem conhecimento. Foi quarenta dia e quarenta noite de bala e bala.
Morreu três santo na luta: São Lucas, São João e São Marco. São Mateus ficou três mês morre não morre, mas teve umas atenuante a favor e salvou-se o índio. Nosso Senhor pegou três balaço, um em cada mão e um que varou os pé de lado a lado. Ainda levou mais um pontaço do mais velho dos Romanos, o César Romano, na altura das costela. Ferimento muito feio que Nosso Senhor curou tomando vinagre na sexta-feira da paixão. Mas aí, Nosso Senhor se desiludiu-se dos home, subiu na Cruz, disse adeus pros amigo e se mandou-se de volta pro céu. Mas deixou os dez mandamentos, que são cinco e que se pode muito bem acolher em dois: não se mata home pelas costa, nem se cobiça mulher dos outros pela frente."
(de autor desconhecido)

Dia do Trabalho. Três reflexões


  1. Tudo o que vale a pena ser feito merece e exige ser bem feito. Philip Chesterfield
  2. Tudo pode ser feito tão simples quanto possível, mas não mais simples. Einstein
  3. As pessoas esquecerão quão rápido você fez um trabalho, mas sempre lembrarão quão bem você o fez. Howard Newton