31 julho, 2013

Teclas mais usadas

Segundo a Microsoft, as três teclas mais usadas na digitação (em inglês) são:
#3: a backspace
#2: a letra "E"
#1: a barra de espaço.
Outro fato interessante, segundo Suneel Goud, da referida empresa, é que  90 por cento das pessoas usam ao digitar até nove dedos. Fica ocioso o polegar esquerdo, pois elas usam apenas o polegar direito para apertar a barra de espaço.
Atenta a isso, a Microsoft construiu um teclado ergonômico em que a barra de espaço foi dividida. A parte esquerda foi convertida em uma tecla backspace, para que as pessoas possam bater na terceira tecla mais usada com o polegar esquerdo, enquanto a parte direita continuou sendo a barra de espaço.


O ponycar

Os primeiros automóveis assustavam muito os cavalos. Por isso, em 1904, Henry Hayes propôs acrescentar um cavalo falso, em tamanho real, na frente de cada carro, para dar a ilusão de que eles eram também cavalos.
A cabeça do cavalo seria equipado com lâmpadas, e a boca, com buzina. Em seu interior (oco), poderia armazenar combustível, ferramentas e pneus sobressalentes.
E na sela podia ir um piloto.
Não é tarde demais para implantar isso.

Greg Ross, Pony Phony. In: Futility Closet

Originais & Cópias - Parte 2

:-)

30 julho, 2013

Imposto x Sonegação

Em 1976, quando o governo trabalhista do Reino Unido estava ameaçando criar um imposto sobre a riqueza, o tesoureiro do Partido Conservador, Alistair McAlpine, instalou uma coluna (►) em West Green House, uma propriedade sua em Hampshire.
A inscrição dizia:
HOC MONUMENTUM MAGNO PRETIO QUOD ALITER IN MANUS PUBLICANORUM QUANDOQUE CECIDISSET ÆDIFICATUM EST
Ou:
ESTE MONUMENTO FOI CONSTRUÍDO COM UMA GRANDE SOMA DE DINHEIRO, QUE TERIA CAÍDO, MAIS CEDO OU MAIS TARDE, NAS MÃOS DOS COLETORES DE IMPOSTOS.
"A colocação da coluna tão perto da via pública poderia com justiça ser considerado um ato provocativo", escreveu Clive Aslet na biografia de Quinlan Terry, o que projetou a coluna.
A ideia do imposto foi abandonada.
Moderador

BRASIL. Imposto x Sonegação
Nenhum país tributa tanto uma renda familiar de 2 mil dólares quanto o Brasil. 50% de impostos é realmente abusivo, uma vez que mil dólares per capita é o salário mínimo nos países de primeiro mundo. O pior de tudo é a baixíssima eficiência do Estado que consegue triturar esse dinheiro.
noticias.bol.uol.com.br
Nelson Cunha
O Brasil vem há décadas registrando índices alarmantes de sonegação fiscal e alta carga tributária que se realimentam num círculo vicioso. São disfunções de um modelo regressivo, que apena fortemente o orçamento dos cidadãos mais pobres, pois onera muito mais o consumo do que a renda e o patrimônio. Soma-se a isso, a falta de medidas efetivas para coibir e punir os que buscam no ato de sonegar uma fonte de lucro.
Para divulgar esta realidade foi criado o painel Sonegômetro, baseado em estudo do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional, que aponta para um rombo fiscal de R$ 415,1 bilhões de reais, só em 2013. VÍDEO
Esses R$ 415,1 bilhões sonegados equivalem a: 5.156.521 ambulâncias; 1.441.319 postos de saúde equipados; 8.647.916 postos policiais equipados; 12.456.996 salários anuais de policiais (SP); 30.079.710 salas de aula; 20.377.006 salários anuais de professores do ensino fundamental (piso MEC); 612.241.888 salários mínimos; 1.241.699.072 cestas básicas; 2.986.330 ônibus escolares; 4.010.628 km de asfalto ecológico; 18.672.964 carros populares (Fiat Mille Economy 2p); 13.836 presídios de segurança máxima; 143.137.931 iphone 5 (16Gb); 11.860.000 casas populares (40m²); 16.000.000 de bolsas família por 31 anos (básico R$70,00).
SINPROFAZ
Nota do Moderador
"Olha que o jogo não pode ser um a um."


Na era dos arranha-céus

1931. Em um baile em Nova Iorque famosos arquitetos compareceram vestidos como os edifícios que haviam projetado:

A. Stewart Walker (Fuller Building), Leonard Schultze (Waldorf-Astoria), Ely Jacques Kahn (Squibb Building), William Van Alen (Chrysler Building), Ralph Walker (1 Wall Street), D. E. Ward (Metropolitan Tower), Joseph H. Freelander (Museum of New York).

Conduzindo o carro pelo lado esquerdo

O carro ser dirigido pelo lado esquerdo da rua parece coisa de inglês, não é? Mas, além da Grã-Bretanha, diversos outras países adotam esta norma, como o Japão, a Índia, a África do Sul e o Paquistão. Na Oceania, então, a normal é geral. Os motoristas da Indonésia, Austrália e Nova Zelândia conduzem seus carros pela esquerda.
Eu não sabia. Mas há também um país de língua portuguesa cujos veículos trafegam pela esquerda. É Moçambique.
Leiam o que escreveu um blogueiro de lá:
"Tendo crescido em Moçambique, como toda a gente ali, habituei-me a viajar em automóveis com o volante à direita e com o trânsito pela esquerda. Uns anos mais tarde, descobri que, na maior parte do resto do mundo, incluindo Portugal, os veículos eram conduzidos pelo lado direito da estrada. O que era curioso, mas nada de especial.
Em 1978, tirei a minha carta de condução nos Estados Unidos da América, onde vivia, e onde se conduzia pela direita. As ruas eram largas e bem sinalizadas, e as regras muito simples.
Nunca tive problema nenhum, até voltar a Moçambique, na segunda metade dos anos 90, e me sentar ao volante para, pela primeira vez, conduzir pela esquerda. O problema era com os meus reflexos. Quando vinha de férias ou de serviço a Portugal, por mais que uma vez, quando dava por mim estava a conduzir no lado esquerdo da estrada, para desespero dos sempre tão corteses motoristas portugueses, que logo aproveitavam para fazer comentários à minha ascendência feminina em termos pouco laudatórios.
Como passageiro, ainda hoje quando estou distraído e fora de Moçambique, é comum querer entrar num carro pelo lado do condutor.
Por que se conduz em Moçambique pelo lado esquerdo?
A resposta é fácil: porque se conduzia assim em todos os países com que Moçambique faz fronteira, cujas regras de condução derivam dos padrões estabelecidos pela Grã-Bretanha."
O depoimento (resumido) do blogueiro moçambicano veio daqui.
Referências
Condução pela esquerda vs direita, www.taringa.pt
Which side of the road do they drive on? - http://brianlucas.ca (que traz a imagem abaixo com a listas separadas dos países)
Why Some Countries Drive on the Right and Some Countries Drive on the Left, www.todayifoundout


.

29 julho, 2013

Troque ideias e multiplique-as

"Se você tem uma laranja e troca com outra pessoa que também tem uma laranja, cada um fica com uma laranja. Mas se você tem uma ideia e troca com outra pessoa que também tem uma ideia, cada um fica com duas." - Confúcio
Trocar ideias é sempre interessante. O debate, mesmo acalorado, a defesa de ideias e pontos de vista sempre nos acrescenta algo, pois, somente a partir do debate, podemos tentar entender como o outro vê o mundo que o cerca e como ele se relaciona com esse mundo. Não há outra forma de penetrarmos nos sentimentos e/ou no conhecimento do outro.
Porém, e isto fica muito evidente em um debate, existem pessoas que não trocam ideias. Talvez por um motivo muito simples, ou seja, não têm ideias para trocar. Aí, ao invés de ideias, passam a discutir pessoas. Discutir, não, agredir pessoas. Como se, jogando lama em alguém, pudessem se limpar de suas insuportáveis sujeiras éticas e/ou mentais.
Então, como não têm argumentos para defender seu ponto de vista, simplesmente atacam violentamente o interlocutor quando, nestes casos, a única saída para pessoas educadas e que sabem conduzir uma discussão séria e sadia, seria aceitar os argumentos contrários. Ou se calar, evitando cair no ridículo de tentar impor argumentos falsos, sem nenhuma base real de sustentação. Mas não, a totalidade das pessoas radicais, intolerantes, preconceituosas... normalmente parte para a agressão.
No caso das redes sociais, agridem verbalmente e, se for uma discussão frente a frente, corremos o risco de agressão física.
Conclusão
Quando se deparar com pessoas desse tipo, fuja. A troca de ideias não vai lhe render absolutamente NADA, pois estas pessoas não têm NADA a oferecer, e ainda querem lhe levar ao NADA onde elas estão. Evite aborrecimentos. Deixe esses pessoas lá, no NADA, por todos os séculos.
Fernando Gurgel Filho

As leis da estupidez

Professor Cipolla escreveu em linguagem simples as leis da estupidez. Elas são semelhantes às leis da natureza, o que é uma característica aparentemente básica do universo. Aqui estão elas:
  1. Sempre e inevitavelmente todos subestimam o número de indivíduos estúpidos em circulação.
  2. A probabilidade de que uma determinada pessoa seja estúpida é independente de qualquer outra característica dessa pessoa.
  3. Uma pessoa estúpida é uma pessoa que causa perdas para outra pessoa ou para um grupo de pessoas, não logrando nenhum ganho e possivelmente até mesmo incorrendo em perdas.
  4. As pessoas não estúpidas sempre subestimam o poder de causar dano das pessoas estúpidas. Em particular, as pessoas não estúpidas constantemente esquecem que, em todos os momentos e lugares e sob quaisquer circunstâncias, lidar ou associar-se com pessoas estúpidas sempre acaba sendo um erro crasso.
  5. Uma pessoa estúpida é o mais perigoso tipo de pessoa.
Miss Cellania, Neatorama

Tudo o que você queria saber sobre a estupidez e tinha medo de perguntar para não parecer estúpido

Num elevador que cai

Se eu estiver em um elevador em queda livre, haverá alguma posição que possa aumentar a minha chance de sobrevivência?
Victoria Roberts
A melhor opção seria "deitar de costas no chão, do modo mais plano possível", diz Eliot H. Frank, engenheiro de pesquisas do Centro de Engenharia Biomédica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts. "Isso vai distribuir a força do impacto sobre uma área maior do seu corpo, ao invés de concentrá-la sobre uma parte específica do mesmo."
"Você poderá pensar que se preparar para o impacto do elevador no fundo do poço dobrando as pernas ajudaria, mas sob altas forças da aceleração da gravidade, suas pernas simplesmente não suportariam o peso do corpo", diz ele. "Mesmo o peso de sua própria cabeça seria demais para o pescoço suportar."
Quanto à sabedoria popular de saltar no momento do impacto, esta é desmascarada por um vídeo "MythBusters", do site do "Discovery Channel". Não iria funcionar a menos que você pudesse saber o exato momento do impacto para saltar na mesma velocidade com que o elevador está mergulhando.
Subir em cima de outras pessoas tampouco é uma medida aceitável.

C. Claiborne Ray, The New York Times

03/08/2013 - Comentário físico-sociológico do internauta Cristovam Nunes
Paulo,
Se considerarmos que o elevador seja o Estado e o corpo seja o povo:
01 - Pressão = força/área de aplicação da força, quanto menor a área mais forte o efeito da força, então, deve se ampliar a área de aplicação da força para diminuir o efeito. Assim o Estado e seus agentes devem buscar ampliar sua credibilidade e aglutinar mais apoio.
02 - A ampliação da área base, necessita de mais matéria e, portanto, mais custos, como os recursos são constantes em um dado momento, o quantum per capita também diminui e, sendo assim, surgirão outras forças.
03 - Nestas situações, dificilmente são encontradas resultantes favoráveis à sustentação. E como o ambiente é dinâmico - móvel - o tempo também é escasso....

28 julho, 2013

Os bordões do Patropi


Bicho!
Sem crise.
E, para compensar que cheguei atrasado, vou sair mais cedo.
Meu, do fundo do meu coração, você pra mim é problema seu.
Eu sou a voz que diz as coisas para vós.
E aí meus colegas de cultura, perdi alguma coisa?
Derrubei com o pé o sustentáculo principal da moradia campeira. Chutei o pau da barraca!
Já faz 8 anos que eu estou fazendo comunicação na PUC, mas no próximo ano, se Deus quiser, eu passo para o segundo ano... Se for pra fazer faculdade tem que fazer bem feito, é ou não é?
É o seguinte, quer dizer, eu também não sei, mas supondo que soubesse, eu diria, sei lá, entende!
Patropi é um dos personagens do ator e humorista Orival Persini. Típico hippie. Convidado de Praça Brasil e A Praça é Nossa, aluno da Escolinha do Professor Raimundo, da Escolinha do Barulho e da Escolinha do Gugu.
Eis seus bordões mais recentes:
Ele veio numa ve-lo-ci-da-de.
Em batalha de esqueleto não tem sangue; em compensação, toda fratura é exposta.


Teoria da conspiração

É qualquer teoria que explica um evento histórico ou atual como sendo resultado de um plano secreto levado a efeito geralmente por conspiradores maquiavélicos e, por vezes, por membros de uma "sociedade secreta".
São exemplos de teorias da conspiração:
O Priorado de Sião: Fundado pelos Templários com o objetivo de guardar e proteger segredos conhecidos pelo Vaticano que, se revelados, abalariam o Cristianismo; dentre os quais, uma hipotética descendência humana de Jesus Cristo com Maria Madalena.
Elvis Presley não morreu: O “rei do rock” teria forjado sua morte; houve muitos supostos avistamentos de Elvis Presley depois de sua morte em 1977.
A falsificação nas alunissagens do Programa Apollo: Uma teoria da conspiração afirma que as alunissagens do programa Apollo jamais ocorreram, à medida que teriam sido falsificadas pela NASA; o desembarque na lua teria sido "encenado" em um estúdio cinematográfico em Hollywood.
Conspiranoia básica
Eu não creio em conspirações, se bem que (insira aqui sua teoria preferida) tem o seu lado racional.

Homenagem a Dominguinhos

Na pisada
Um vídeo histórico, dos anos 70, com Dominguinhos ((Garanhuns, 12 de fevereiro de 1941 — São Paulo, 23 de julho de 2013).cantando, tocando e xaxando ao lado do mestre Luiz Gonzaga.



- Mas o xaxado tem que ser meu, tem
- Tem que ser meu.
- Tem que ser meu.
- Tem que ser meu.
- Tem que ser meu.
- Tem que ser meu.
- Por que seu?
- Porque tem que ser meu.
- Ah,  você quer o xaxado?
- Agora é meu.
- Então, tem que xaxar pra ganhar.
- Deixe comigo mesmo.
- Seu Luiz, quer o xaxado de volta?
- O xaxado sempre foi meu.
- Mas agora é meu.
- Eu perdi...
- Quer tomar?
- Quero.
- Então tem que mostrar no pé... de novo.
- Eu estou velho pra isso. Eu inventei o xaxado pra vocês, cabras novos.
- Com quem é que eu aprendi?
- Aprendeu comigo.
- E apois...
- Será que eu ainda xaxo?
- Toda hora...



27 julho, 2013

O tempo e o espaço


1
Não use o sistema decimal para contar o tempo. Se o tempo chegar a ano, reavalie o que eu disse há pouco.
2
A ideia (de Aristóteles) de que a natureza abomina o vácuo precisa ser repensada. No varejo biológico, OK, continua valendo. Contudo, na visão macro, a natureza ama o vácuo. É por isso que o universo está em expansão.

Tubarões em Recife

Na praia de Boa Viagem, os recifes delimitam uma imensa "piscina" na maré baixa. Os recifes são uma barreira natural que impede que tubarões cheguem até a praia. Os banhistas são alertados para o risco de ataque por tubarões caso venham a ultrapassar a barreira. Mas, por vezes, são surpreendidos por uma grande onda que os arrasta para além dos recifes.
Por este ou aquele motivo, nos últimos 21 anos, 59 pessoas já foram atacados por tubarões na Grande Recife e 24 morreram. O último destes ataques mortais aconteceu com uma turista no dia 23, terça-feira. VÍDEO

Quando criaram o SHARKINI (►), este maiô com "mordida de tubarão", certamente não estavam pensando nos eventos de Recife. Caso estivessem, seria uma forma inapropriada de humor por parte da equipe de criação, não é mesmo?

Moda praia
A importância do manual de instrução

Muitas ideias

Um criador de galinhas verificou que suas aves estavam morrendo. Aplicou os remédios tradicionais, mas mesmo assim as aves morriam. Na sinagoga (ele era judeu), recomendaram-lhe contar o fato para o rabino.
- Mestre, minhas galinhas morrem, apesar de todas as precauções. Que devo fazer?
- Filho, respondeu o rabino, por que você não troca as janelas do galinheiro?
Assim fez o criador, mas as galinhas continuavam a morrer.
- Troque os poleiros, sugeriu o mestre.
Assim foi feito, mas as galinhas morriam do mesmo jeito.
- Por que não muda a grade do galinheiro?
E assim foi feito, mas as aves continuavam a morrer. Finalmente, um desconfiado rabino perguntou:
- Filho, você tem muitas galinhas?
- Milhares!, disse o discípulo.
- Então está bem, rematou o rabino, porque eu tenho muitas ideias!

Roberto DaMatta. In: estadão.com.br/cultura

Poderá também gostar de:

26 julho, 2013

Um táquion entra no bar...

O garçom lhe diz:
"Desculpe-me. Mas aqui não servimos a partículas mais rápidas do que a luz."

Se precisa ser explicada não é uma boa piada. Mas... o táquion é uma hipotética partícula subatômica que, se provada a existência, viaja com uma velocidade superior à da luz. Tem estranhas propriedades. Quando perde energia ganha velocidade e vice-versa. A velocidade lenta para o táquion é a da luz, e o garçom não quer correr atrás de um provável prejuízo.

Em tempo:
"A razão para nada viajar mais rápido do que a luz é para você não encontrar tudo escuro quando chegar lá." - Anônimo

O azarado sortudo

Frane Selak é um professor de música nascido na Croácia, em 1929, autodenominado o homem mais sortudo do mundo, graças a inúmeras experiências que o aproximaram da morte, fazendo com que ele sofresse apenas lesões pouco importantes.
Em 1962, ele estava viajando de trem de Sarajevo a Dubrovnik. De repente, o trem descarrilhou e submergiu em um rio congelado, matando 17 passageiros. Ele conseguiu escapar com somente um braço quebrado.
Em 1963, enquanto estava viajando de avião de Zagreb a Rijeka, a porta abriu-se jogando-o juntamente com 19 outros passageiros para fora do avião, matando todos menos ele que caiu em cima de fenos em uma fazenda, sofrendo apenas arranhões.
Em 1966, ele estava viajando em um ônibus que bateu e submergiu em um rio. Quatro passageiros morreram e ele sobreviveu sem ferimentos.
Em 1970, escapou de uma bomba de gasolina defeituosa que explodiu, deixando seu carro em chamas.
Em 1973, outro carro de Selak pegou fogo no motor, fazendo com que as chamas saissem através do sistema de ventilação. Ele sofreu algumas queimaduras e perdeu uma parte do cabelo.
Em 1995, ele foi atropelado por um ônibus em sua cidade, sem ficar com sequelas.
Em 1996, ele foi obrigado a jogar seu carro em um barranco por que um caminhão desgovernado estava vindo em sentido contrário. Mesmo assim conseguiu saltar e se segurar em uma árvore, havendo seu carro explodido 90 metros abaixo.
Em 2003, ele ganhou U$ 1.000.000 na Loteria Croata. Mas se negou a fazer um voo para a Austrália para gravar um comercial, alegando que "não queria mais testar sua sorte". WIKIPÉDIA

Frane Selak

Como escrever como um cientista

Os cientistas escrevem de forma diferente que os não-cientistas fazem - porque eles foram ensinados a escrever assim! Adam Ruben, que ensina redação científica para os cientistas e ciência da escrita para os não-cientistas, assegura-nos que os dois grupos são muito diferentes. E nos fornece algumas dicas para escrever como um cientista, garantindo que assim ninguém fora da comunidade científica vai ler o nosso trabalho.
Aqui está uma delas:
Algumas revistas evitam publicar os trabalhos escritos na voz passiva. Outras, ao contrário, publicam apenas aqueles que forem escritos na voz passiva. Então, uma proposta salutar, é escrever tudo na voz semi-passiva.

Voz ativa: Nós fizemos esta experiência.
Voz passiva: Esta experiência foi feita por nós.
Voz semi-passiva: Feita por nós, esta experiência foi.


É, na voz semi-passiva, você vai imitar Yoda. Aliás, Yoda você imitar vai.

How to Write Like a Scientist, Science Careers

Nós temos um passado: COMO FAZER UMA REPORTAGEM CIENTÍFICA

25 julho, 2013

Pesar por Profª. Elsie Studart Gurgel de Oliveira

É com profundo pesar que registro aqui o falecimento na tarde de hoje, 25 de julho de 2013, da Sra. ELSIE STUDART GURGEL DE OLIVEIRA, professora, escritora, funcionária aposentada do DNOCS e prestigiada colaboradora do Instituto do Câncer do Ceará (ICC).
Pessoa de invejável cultura, cultora das letras, detentora de uma memória prodigiosa, exibia o dom da escrita, com inegável primor e aguçada sensibilidade, com incursões em diferentes gêneros literários.
Dividiu com Marcelo Gurgel a autoria de vários livros. E Marcelo, que foi também editor de livros de Elsie Studart, ainda tem sob custódia trabalhos da escritora (a serem divulgados em caráter póstumo).
Sou-lhe especialmente grato por ter sido a grande colaboradora da publicação de "PORTAL DE MEMÓRIAS: Paulo Gurgel, um médico de letras".
Consternado, apresento meus sentimentos ao seu esposo Adbeel Gees de Oliveira e aos seus filhos Adbeel Filho, Alexandre, Adriano, Angelina e Igor.
P.S.: O corpo da Sra. Elsie Studart Gurgel de Oliveira está sendo velado no Cemitério Jardim Metropolitano, onde será sepultado às 10 horas de amanhã (26/07/13).

Pare de fazer minha cabeça!

Eu considerava o cérebro o órgão mais incrível do corpo humano...
... mas então pensei...

Números felizes

Um número feliz é definido pelo seguinte processo:
Começando com qualquer número inteiro positivo, substitua-o pela soma dos quadrados dos seus algarismos. E vá repetindo essa operação até que o número obtido seja igual a 1 (em que o ele fica para sempre).
Exemplo: 7

72 = 49
42 + 92 = 97
92 + 72 = 130
12 + 32 + 02 = 10
12 + 02 = 1
1, 7, 10 e 13 (quem diria?) são números felizes.

Obviamente, o número é triste se ele é dos que circulam por um ciclo sem fim que não termina em 1.

Poderá também gostar de...
Escrevendo com números, A Constante de Kaprekar, Testando a Constante, Capicuas e Telepatia Virtual

Como me tornei isca de sanguessugas

"Um dia sem sanguessugas é como um dia sem sol." Mark Sidall
O zoólogo Mark Siddall é um especialista em sanguessugas. Para encontrar novas espécies, ele viaja o mundo e vadeia em águas estrangeiras, oferecendo seu próprio corpo como isca.
"Minha expedição ao Peru foi especialmente frutífera. Começamos na Cordilheira dos Andes, a 4.800 metros de altitude, procurando um lago em que tinha sido registrada, na década de 1880, a ocorrência da maior sanguessuga de altitude. Nós encontramos o local, mas o problema era que as operações de mineração tinham obliterado o lago. Felizmente, quando nós estávamos prestes a sair daquele local, vimos um outro pequeno lago bem próximo. Saltamos e giramos sobre algumas rochas do pequeno lago para atrair quaisquer sanguessugas que pudessem estar escondidas no sedimento. E foi quando sentimos algumas mordidas na pele. Conseguimos encontrar a maior sanguessuga já vista, um exemplar de uma nova espécie que ainda estou tentando classificar."
Mas fica realmente estranho quando ele começa a descrever sanguessugas especializadas que visam a certas partes do corpo.

How I Became Bait for Bloodsucking Leeches, Discover Magazine

Postagem relacionada: T-rex na Amazônia

24 julho, 2013

Alpes Suínos

O Brasil está quase virando uma Suíça. Ao fundo, os Alpes Suínos (pois é, como diz um amigo, é suíno mesmo. Não podemos chamar de Alpes Suíços, senão o pessoal morre de urticária).
"Com o nascer do sol, a neve pode ser vista no cume de vários montes da Grande Florianópolis. Até agora, já são 85 as cidades catarinenses com ocorrência de neve, de acordo com a Epagri/Ciram."
Confira em http://goo.gl/xs7Rbr
Fernando Gurgel


Se é guerra de neve que você quer, Fernando...
Neve tropical, Deixe nevar, Diário de um cearense na Suíça e Um carteiro de fibra.

C****** e atirando

Aleksandr Georgievich Semenov patenteou um sistema para tanques de guerra que é eficiente e nojento. Usando o seu método, os soldados de um tanque blindado, sob condições de batalha, podem dispor dos resíduos biológicos produzidos de uma forma inusitada. Involucrando estes produtos, juntamente com explosivos e granadas de artilharia para, em seguida, dispará-los contra o inimigo.
Residente em São Petersburgo, Semenov é um inventor prolífico. Já criou cerca de 200 inventos. Como documento de patente, o deste sistema que ele inventou é de comprimento considerado modesto: 12 páginas, com apenas 2 desenhos técnicos.


Originais e Cópias

:-)

23 julho, 2013

Dívidas?

Samuel Foote, sobre "as vantagens de não pagar as nossas dívidas":
É a arte de viver sem dinheiro. Economiza os esforços, fazendo com que os outros trabalhem para nos dar o merecido descanso. Impede as preocupações e os constrangimentos das riquezas. Limita a avareza e incentiva a generosidade (as pessoas são geralmente mais liberais com os bens alheios do que com os bens próprios). Apresenta a genuína centelha do cristianismo primitivo, sob o qual vivíamos em uma constante comunhão de bens. Em suma, atrai a atenção do mundo sobre nós, enquanto vivemos, e faz com que lamentem sinceramente quando morremos.
(em tradução livre)
Poderá também gostar de ler

Médicos cubanos no Brasil - 2

Em 1999, quando ministro da Saúde (Serra), falando sobre a dificuldade de levar profissionais para o interior do país defendeu a vinda de médicos cubanos. De acordo com o Jornal de Brasília daquele ano, afirmou que apresentaria “uma solução jurídica que vai permitir a permanência dos médicos cubanos no Brasil”.
Num jantar na casa do então senador Ney Suassuna, ele voltaria ao tema. “Serra defendeu também a permanência de médicos cubanos no país, que, ao contrário de colegas brasileiros, seriam menos resistentes à ideia de trabalhar no interior do Brasil”.
Em 2000, seu ministério redigiria um decreto para regulamentar o trabalho dos estrangeiros, especialmente de Cuba, que atuavam na região Norte.
Na época, naturalmente, não houve um pio de jornais e revistas contra a importação de médicos.

Kiko Nogueira, Diário do Centro do Mundo

Sejamos justos
Ele jamais defendeu a permanência de médicos árabes ao Brasil. Nem para vacinar os idosos.

O Amor e o Terror

O piloto Ryan Thompson queria convencer a namorada a dizer "sim".
Então, ele fingiu que o pequeno avião em que voavam estava apresentando uma pane.



Sem gravidade, Pedidos de casamento, "Eu me amo" e Nem todos odeiam o PowerPoint

22 julho, 2013

TV. Não acredite em tudo que você vê


Post relacionado
COMO A FOTOGRAFIA PODE MANIPULAR NOSSO PONTO DE VISTA

Comentário
A manipulação é a matéria prima da imprensa. Sempre há alguma intenção ao se contar uma história. Seja um cético!
Nelson Cunha
Resposta - TV não tem netiqueta, Nelson. É por isso que eu só vejo a TV MURO.

O homem que gostava da guerra

O Tenente-General Sir Adrian Carton de Wiart (5 de maio de 1880 - 5 de junho de 1963) foi um oficial do exército britânico de ascendência belga e irlandesa. Ele lutou na Guerra dos Bôeres, Primeira Guerra Mundial e Segunda Guerra Mundial. Foi baleado no rosto, cabeça, estômago, tornozelo, perna, quadril e ouvido, sobreviveu a um acidente de avião, cavou um túnel para escapar de um campo de prisioneiros e arrancou seus dedos quando um médico se recusou a amputá-los.
É dele esta transfixante declaração:
"Francamente, eu gostei da guerra."
Sobreviveria Chuck Norris a tantos ferimentos? 
Não há como responder esta pergunta. Ninguém consegue ferir Chuck Norris.

Sites de randomização

Número aleatório é, em Estatística, um número que pertence a uma série numérica e que não pode ser previsto a partir dos membros anteriores da série.
Talvez você já se perguntou como máquinas previsíveis como os computadores podem gerar aleatoriedade. Na realidade, os números aleatórios utilizados em programas de computador são pseudo-aleatórios, o que significa que eles são gerados de uma forma previsível usando uma fórmula matemática. Isso pode ser adequado para alguns propósitos, mas não para todos.
A geração de números aleatórios demanda fenômenos físicos (hardware). Exemplos de fenômenos que podem ser utilizados com essa finalidade: decaimento de núcleos radiativos (HotBits) e ruído atmosférico (Random.org).
O Random.org, como foi dito acima, oferece um serviço de números aleatórios em que a aleatoriedade vem do ruído atmosférico. Além de suas aplicações científicas, o serviço vem sendo utilizado para a realização de desenhos, loterias e sorteios, geração de chaves e ainda em música.

21 julho, 2013

Apostas de rua

¯\_(' ! ')_/¯
Este é o Shrug que só sabe dar de ombros.


Temos um passado em jogo
A aposta, Façam suas apostas e Raça de vísporas!

O jogo das sete pragas


Plague Inc  não é apenas um jogo, é uma ameaça a todas as formas de vida na Terra e deve ser levado a sério. É um jogo estratégico de simulação que faz você se sentir como o garoto prodígio Matthew Broderick retratado no filme War Games. A diferença é que, em Plague Inc, em vez de um fim nuclear, você fabrica um fim biológico para toda a vida na Terra.
Cada jogo começa fácil: selecionar e nomear um dos sete tipos diferentes de praga. Cada oportunidade de praga começa como uma doença simples, que você precisa fazer evoluir para se tornar uma praga. No início, você começa a escolher o país que a doença ataca primeiro. E é aí que a inteligência por trás da simulação começa a enraizar-se.
Aos interessados: 0.99, Universal

Uma experiência de longa duração - 2

Por fim, caiu uma gota de piche no experimento da gota de piche, mas em outro experimento da gota de piche
Na Universidade de Queensland, Austrália, leva-se a cabo desde 1927 uma experimento conhecido como o experimento da gota de piche, para estudar o comportamento do piche que, ainda que nos pareça um material sólido, é um líquido muito, muitíssimo viscoso, umas 230 milhões de vezes mais viscoso do que a água.
A queda da gota de piche em Queensland aconteceu em oito ocasiões, até o momento. Em 1938, 1947, 1954, 1962, 1970, 1979, 1988 e 2000.
Mas o que maltrata é que, por um motivo ou outro, em todo este tempo ninguém viu nenhuma das gotas cair. No caso da gota que caiu em 2000 foi especialmente desapontador porque o sistema de filmagem do laboratório, Murphy como se mostrou, não mostrou nada.
E quando todos esperavam ansiosos em Queensland, com três webcams preparadas, a queda da nona gota - prevista para ocorrer neste ano - foi o Trinity College, de Dublin, que ganhou a corrida. Ao registrar, pela primeira vez, a queda de uma dessas gotas de piche (vídeo) em um experimento similar iniciado por lá em 1944.


20 julho, 2013

Um concurso "a frigore"

Tudo pronto para o concurso anual do Menor Pênis do Brooklyn, que será realizada hoje, 20 de julho, a partir das 17:00, no Kings County Bar, localizado na 286, Siegel Street, NY.
O evento é aberto a qualquer pessoa (do sexo masculino) com mais de 21 anos. Fotos e vídeos não serão aceitos, não importa o quanto o orgulhoso candidato queira enviá-los.
A nudez se restringe aos poucos instantes em que o candidato mostra o que possui aos julgadores. Antes disso, ele usará uma providencial cueca molhada (*) que será fornecida pela organização do evento.
O vencedor da competição receberá o cobiçado título de Menor Pênis do Brooklyn de 2013, uma coroa, e uma generosa doação em dinheiro para a organização de caridade de sua escolha (que poderá ser inclusive ele mesmo).

(*) O frio no continente tenderá a encolher o conteúdo, mas não é isso mesmo o que o participante quer?!

Sobre a amizade

Hoje, 20 de julho, é o Dia da Amizade.
Recentemente, foi publicado nos Estados Unidos um livro que tem tudo para se transformar em um best seller, daqueles que ajudam muita gente a mudar a forma de ver a vida: "The top five regrets of the dying" (algo como “Os cinco principais arrependimentos de pacientes terminais”), que foi escrito por Bronnie Ware, uma enfermeira especializada em cuidar de pessoas próximas da morte.
Pois é, dentre os cinco maiores arrependimentos do ser humano, ao fim da vida, figura o "Eu gostaria de ter mantido contato com meus amigos".
Diz a Dra. Ana Cláudia Arantes – geriatra e especialista em cuidados paliativos– que comentou, a partir de sua experiência no Hospital Einstein, cada um dos arrependimentos levantados pela enfermeira americana:
“Nem sempre se tem histórias felizes com a própria família, mas com os amigos, sim. Os amigos são a família escolhida. Ao lado dos amigos, nós até vivemos fases difíceis, mas geralmente em uma relação de apoio."
Não mande um abraço para um amigo(a) hoje. Vá lá e dê um abraço bem arrochado.
Fernando Gurgel Filho

Se a missão à Lua falhasse

Plano B – O discurso do presidente dos EUA, caso a missão à Lua falhasse
“O destino ordenou que os homens que foram à Lua para explorar em paz permanecessem na Lua para descansar em paz.”
É deprimente pensar nesse cenário, ainda mais considerando que era uma hipótese bastante provável. Felizmente, tudo deu certo para Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins, os três tripulantes da Apollo 11.
Assim, em 20 de julho de 1969, Armstrong e Aldrin tornaram-se os primeiros seres humanos a caminhar na Lua. Quanto a Collins, permaneceu em órbita lunar.
Mas...
o governo dos EUA já tinha na manga um discurso para o caso de a missão falhar.
Intitulado de "In Event of Moon Disaster", ele começava com a frase que abriu essa nota e deveria ser lido pelo então presidente Richard Nixon.
Leia o discurso na íntegra aqui.

Lua, 20 de julho de 1969


Não havia precedentes para o que Neil Armstrong fez na história de seu país. Plantou uma bandeira dos Estados Unidos num lugar em que não foi preciso matar ninguém.

Curiosidade
Neil costumava contar piadas sem graça sobre a Lua, finalizando assim: "Ah, você tinha que estar lá."

19 julho, 2013

A máquina de Rube Goldberg - 3

Da Beneful ® só poderíamos esperar uma máquina POWERED BY DOGS. Mas que ela ficou uma gracinha, ficou.
Parabéns aos criadores e aos atores animais do anúncio.



A máquina de Rube Goldberg - 1
A máquina de Rube Goldberg - 2

O bebê de Kate

A partir das 8h de hoje (horário local), a câmera do jornal The Sun realizará uma transmissão ao vivo do Hospital de Santa Maria, no centro de Londres. A câmera irá capturar todas as idas e vindas das pessoas, para dentro e fora do hospital em que a duquesa de Cambridge, Kate, 31 anos, irá dar à luz.
Centenas de fãs, jornalistas, fotógrafos e técnicos já se estabeleceram no local para aguardar a chegada do primogênito real.
Se você é dessas pessoas que ansiosamente aguardam o nascimento da criança real (de olho nas imagens fornecidas pela webcam do jornal londrino, of course), lembro que os inventores George e Charlotte Blonsky, em 1965, apresentaram uma proposta pertinente ao assunto. Sobre o uso de um dispositivo que apressaria o trabalho de parto pela aplicação da força centrífuga. AQUI

22/07/2013 - Atualizando...
The Guardian sabe que nem todo mundo está disposto a ver notícias do novo herdeiro do trono britânico o tempo todo, para onde quer que olhe. Pensando nisso, está deixando seus leitores bloquearem o conteúdo relacionado ao bebê real. Instalou em sua homepage os botões ‘Republicano’ e ‘Monarquista’. Quem não quiser seguir a cobertura frenética da mídia sobre o filho de Kate e William só precisa apertar o botão ‘Republicano’ – e, automaticamente, a página inicial some com as todas as notícias sobre a monarquia. A publicação já fez a mesma coisa na época do casamento de Kate e William e também no Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth. Débora Schach, Blue Bus

Aboio

Lúcia Gaspar
Bibliotecária da Fundação Joaquim Nabuco

"O aboio típico no Nordeste do Brasil é um canto sem palavras, entoado pelos vaqueiros quando conduzem o gado para os currais ou no trabalho de guiar a boiada para a pastagem.
É um canto ou toada um tanto dolente, uma melodia lenta, bem adaptada ao andar vagaroso dos animais, finalizado sempre por uma frase de incitamento à boiada: ei boi! boi surubim!, ei lá, boizinho!
Esteja atrás (no coice) ou adiante da boiada (na guia) o vaqueiro sugestiona o gado que segue, tranqüilo, ouvindo o canto.
No sertão do Brasil é sempre um canto individual, entoado livremente, sem letras, frases ou versos a não ser o incitamento final que é falado e não cantado. [...]
O escritor José de Alencar, no seu livro 'O sertanejo', diz do ritual do aboio: Não se distinguem palavras na canção do boiadeiro; nem ele as articula, pois fala do seu gado, com essa linguagem do coração que enternece os animais e os cativa."

Fonte: GASPAR, Lúcia. Aboio. Pesquisa Escolar Online, Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Acesso em:  23 nov 2012.

Vídeo: Aboio (abertura), da trilha sonora de "O Auto da Compadecida", filme de Guel Arraes (2000), baseado no livro homônimo de Ariano Suassuna.

18 julho, 2013

A vingança da matemática

Como se conta a maioria nos Estados Unidos:


Odiada, a Matemática se vinga!

A cápsula de ácido cítrico

É um método de autodefesa especialmente recomendado para as mulheres, de acordo com seus inventores, Paul e Anne Martineau.
Consiste de uma cápsula de cera purificada que contém uma solução concentrada de ácido cítrico.
A cápsula é transportada na boca até o momento em que a usuária resolva liberar o ácido. Para isto basta um simples ato de mastigação.
Aí é cuspir nos olhos do agressor e correr para longe do abraço.
Paul Martineau diz que o método é eficaz sem ser ofensivo para o usuário.


Ver também...
Vagina dentata e A camisinha que morde

O seixo Makapansgat

Cerca de 3 milhões de anos atrás, um ancestral dos seres humanos na África do Sul escolheu esta pedra e levou-a por pelo menos 4 quilômetros para uma caverna, onde foi descoberta por Wilfred Eizman em 1925. Este seixo, encontrado na caverna de Makapansgat, foi esculpido naturalmente pela correnteza de um rio da região.



Por que a criatura teria feito isso?
Possivelmente, porque reconheceu um rosto nas marcas naturais na superfície da pedra. Se assim foi, esta é a primeira evidência de um sentido estético na história e no patrimônio da humanidade.

25/07/2013 - Como reagiram os internautas à republicação desta nota no Luis Nassif Online:
Sabia que Joaquim Barbosa não me era estranho.
Durvaldisko
Se há 2 milhões de anos ainda éramos meio macacos, há três milhões mais ainda, com certeza emitíamos grunidos ao invés de fala, andávamos em posição corcunda, éramos em quase nada parecidos com o homem moderno, no entanto, fizemos arte, o que me leva a imaginar que a arte não evolui, se constituindo como atemporal. [...]
IV Avatar da Bacia do Parnaíba
Muito legal, Paulo. Lembrei dessa passagem de The Grisly Folk, de H. G. Wells:
"Talvez chegue o dia em que essas lembranças recuperadas poderão tornar-se tão vívidas como se houvéssemos, pessoalmente, lá estado e compartilhado da excitação e do medo daqueles dias primevos; poderá chegar o dia em que as grandes feras do passado, de um salto, recobrarão vida em nossa imaginação, quando, mais uma vez, andaremos por paisagens desaparecidas, estiraremos membros pintados que julgávamos convertidos em pó e, mais uma vez, sentiremos o calor do sol de um milhão de anos atrás."
Marcelo Vieira
Marcelo, que citação interessante. Vou contar então parte da minha história, quando tive uma espécie de revelação. Encontrava-me no trabalho, de plantão. Recolhi-me numa sala e dormi sobre um colchonete e um colega de trabalho fez o mesmo. Quando fechei os olhos tive um sonho que, até hoje, não me esqueço. Foi como viajar no tempo, há milhões de anos atrás. Vi-me em cima de um galho de uma árvore cujos galhos avançavam em direção ao infinito. Não era uma mata fechada, o que me proporcionou observar o infinito, em direção ao poente. Encontrava-me a sós. Naquele momento, tive a percepção do meu próprio corpo, quando vi que tinha uma forma de macaco, sendo que minhas mãos eram humanas. Levei as mãos ao ventre, não sei o motivo do gesto, naquele momento não percebi essa coisa de macho x fêmea, era um ser apenas. Olhei para o infinito e, pela primeira vez, tive a sensação da existência do espaço infinito e que estava tão distante de algum ponto de onde havia partido que minha reação foi gritar. Minha voz não saiu com desenvoltura porque a garganta estava ocupada por tecidos, cartilagens que, com o tempo, deixaram de existir. No dia seguinte, o meu colega que dormia ao lado me disse: Durante toda a noite você grugunhou feito macaco. Fiquei meio sem jeito, desconversei, mas eu sabia o que havia vivido, e como o meu colega poderia entender? Há coisas que é melhor não tentarmos explicar se não quisermos ser vistos como pirados.
IV Avatar da Bacia do Parnaíba
Belo sonho, Avatar. Tem momentos que se a gente tentar racionalizar, estraga. Acho que a mente humana está para o universo, assim como os pássaros estão para o ar. As vezes o melhor é abrir as asas e deixar que a poesia nos leve. Tô inspirado hoje.
Marcelo
Não quero desconfiar da data, mas que quem fez esse trabalho, superou tudo de precoce que eu conheço.
Teremos que estudar muito, mas muito mesmo, os nossos DNAs.
Avelino de Oliveira
Marcelo e Avatar, vocês hoje estão surpreendentes! Parabéns!
Marly

17 julho, 2013

16 julho, 2013

Fique por dentro

... de um tubo de pasta de dente
Se alguma vez você se perguntou como os fabricantes de creme dental conseguem pôr aquelas linhas coloridas na pasta que são aditivos que reforçam o esmalte dos dentes, que combatem o mau hálito, que tratam a hipersensibilidade das gengivas ao frio e blá, blá, blá, a imagem abaixo explica:


O truque para ver esse truque é congelar o tubo de pasta antes de cortá-lo.

Lições e experiência

1
Bons tempos se transformam em boas memórias. Maus tempos se transformam em boas lições.
2
Qual é o segredo do sucesso?
Decisões corretas.
Como tomar as decisões corretas?
Experiência.
E como adquirir a experiência?
Decisões erradas.

Alarme de incêndio

COM BOTÃO SILENCIADOR. 
NUMA LOJA DE 5.99 PERTO DE VOCÊ.

Criggo
O fabricante não é tão tolo assim. O botão silenciador é para desligar o alarme quando a fumaça vem da cozinha, j'ouviu?

15 julho, 2013

Baratas


Se a barata consegue sobreviver a: 
uma bomba atômica 
meteoritos 
Então...
Que coisa terrível há nestas latas?

Medindo a umidade relativa do ar

O higrômetro é um instrumento que serve para medir a umidade presente nos gases, mais especificamente na atmosfera. É utilizado principalmente em estudos do clima, mas também em locais fechados onde a presença de umidade excessiva ou abaixo do normal poderia causar danos, por exemplo em peças de museus, documentos de bibliotecas e elementos de laboratórios.
Os higrômetros são compostos, em sua maioria, de substâncias com capacidade de absorver a umidade atmosférica. Entre elas estão o cabelo humano e os sais de lítio. No higrômetro construído com cabelo humano (primeira gravura), uma mecha de cabelo é colocada entre um ponto fixo e outro móvel e, segundo a umidade a que está submetida, ela varia de comprimento, arrastando o ponto móvel. (1) Esse movimento é transmitido a um ponteiro que se desloca sobre uma escala, na qual estão os valores da umidade relativa. Já o higrômetro de sais de lítio baseia-se na variação de condutividade desses sais, os quais apresentam uma resistência variável de acordo com a água absorvida. Um amperímetro com sua escala devidamente calibrada fornece os valores de umidade do ar.
Outra maneira de medir a umidade relativa é calcular a velocidade de evaporação da água por meio do psicrômetro (segunda gravura). Para isso, dois termômetros idênticos são expostos ao ar: um traz o bulbo descoberto; outro tem o bulbo coberto por gaze umedecida. A temperatura do segundo termômetro é, pelo arranjo, inferior à do primeiro, porque a água evaporada da gaze resfria o bulbo. Quanto menor a umidade do ar, tanto maior é o resfriamento da gaze. A partir da diferença de leitura entre os dois termômetros, e com a ajuda de uma tabela, pode ser encontrado o valor da umidade relativa. (2) WIKIPÉDIA
Notas
(1) Os fios de cabelo ficam esticados em dias secos e contraídos quando o tempo está úmido.
(2) Por seis anos, correspondentes ao período em que estive lotado no setor de Função Pulmonar do Hospital de Messejana, fiz medidas da umidade relativa do ar, um dado indispensável à calibração diária do espirômetro, usando para isso um psicrômetro. (Paulo Gurgel)
Reportagem
Vídeo globo.tv

O próximo Papa



Richard Dawkins poderá ser o próximo Papa?
Bem, no site de apostas www.paddypower.com, ele está sendo atualmente quotado em 666/1 para a Cathedra Petri.
Mas saiba que ...
A candidatura de Dawkins a um futuro pontificado não passa de uma brincadeira. Já que ele é um conhecido ateu militante e 666 é o número da Besta Fera.(1) (2) (3)

14 julho, 2013

Um dique particular

Protegida por um dique, esta casa perto de Vicksburg escapou de uma grande inundação do rio Yazoo, em maio de 2011. O degelo e as chuvas naquele período foram oito vezes maiores a iguais períodos dos anos anteriores, naquela parte da bacia do rio Mississipi. Scott fotografou.


Teria sido mais barato colocar a casa em palafitas.

MINICARRO

QUATRO MOTIVOS PARA VOCÊ NÃO TER UM...

Como os animais se secam

Um animal molhado se seca a uma frequência característica. Este vídeo documenta isso em câmera lenta e com música.



Há um estudo, do qual este vídeo se originou, que dá os detalhes:
Andrew Dickerson, um estudante de engenharia mecânica na Georgia Tech, e colaboradores foram os pioneiros no estudo da frequência com que os animais se agitam para secar a pele.
O processo consistiu em medir a frequência de agitação de um labrador, que se mostrou ser de cerca de 4,3 hertz. Em seguida, os autores criaram um modelo matemático simples e algumas suposições sobre a força de retenção da água para o cão. Para a água a ser ejetada, o cão deve gerar uma força centrífuga maior do que a força de adesão da água.
Em seguida, a frequência foi relacionada ao raio do animal. Animais menores precisam girar mais rápido do que animais maiores. Assim, um rato treme em cerca de 27 hertz, enquanto um urso treme em apenas 4 hertz.
In anima nobile
Vá tomar banho sem a toalha e publique o seu resultado.

A galeria dos gatos molhados


26/07/2013 - Como reagiram os internautas à republicação desta nota no Luis Nassif Online:
Com o frio que faz aqui em SP, estou tremendo a 150 hz desde ontem à noite.
Mario Siqueira
Straussianamente bom!
Não logado
Os elefantes se secam agitando em que frequência?
André Oliveira
E o mundo vai ficar muito melhor com esta descoberta. Parabéns aos cientistas.
Gilson Raslan
Uma simples maçã caindo no chão nada significa. Isaac Newton pensou exatamente o contrário.
Mascos St.

13 julho, 2013

Mesa conversível

Que tal uma partida de bilhar após o jantar?


Temos um passado em jogo
Tênis de porta

Fiscalização da obra









O homem invisível teria as retinas transparentes e, portanto, seria cego.

Um café com um amigo

Um professor, no meio de uma aula, pegou um frasco vazio e, silenciosamente, se pôs a enchê-lo com bolas de gude.
A seguir, perguntou aos alunos se o frasco estava cheio. Os estudantes responderam sim.
Então, o professor pegou um punhado de sementes e colocou-as no frasco. As sementes ocuparam os espaços vazios entre as bolas de gude.
O professor tornou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, eles responderam sim.
Então, o professor pegou uma porção de pó de giz e colocou-a dentro do frasco. E o pó preencheu os espaços ainda vazios.
Mais uma vez, o professor tornou a perguntar se o frasco estava cheio. E todos os estudantes responderam: "sim!".
Por fim, o professor acrescentou duas xícaras de café no frasco que preencheu todos os espaços vazios entre o pó de giz, as sementes e as bolas de gude.
Os estudantes, então, começaram a rir. Mas o professor, que estava sério, lhes disse:
"Quero que deem conta de que este frasco representa a vida.
As bolas de gude são as coisas mais importantes: a família, a saúde, os amigos... São as coisas que, mesmo que perdêssemos todo o resto, nossas vidas continuariam cheias.
As sementes são outras coisas que importam como: o trabalho, a casa, o carro...
O pó de giz é tudo o demais, as pequenas coisas.
Se puséssemos primeiro o pó de giz no frasco não haveria espaço para as sementes nem para as bolas de gude. O mesmo acontece com a vida. Se gastássemos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teríamos lugar para as coisas realmente importantes.
Prestem atenção às coisas que são cruciais para a sua felicidade. Ocupem-se das bolas de gude em primeiro lugar. E haverá tempo para trabalhar, limpar a casa, arrumar o carro... Estabeleça suas prioridades, o resto é pó de giz..."
Porém, um dos estudantes levantou a mão e perguntou o que representaria, então, o café.
O professor sorriu e disse:
"O café é só para demonstrar que, não importa o quanto nossa vida esteja ocupada, sempre haverá espaço para um café com um amigo."


Fonte: Internet (repassada pela colega Célia Ciarlini). Reescrita

12 julho, 2013

AeroVelo: helicóptero ou bicicleta?

A American Helicopter Society (AHS) declarou o AeroVelo de Igor I. Sikorsky vencedor da competição de helicópteros movidos a força humana.
Depois de uma análise independente, completa e rigorosa dos dados do voo de 13 de junho de 2013, o comitê da AHS concluiu que, de fato, o voo épico de Igor:
1) excedeu 60 segundos de duração, 2) ultrapassou 3 metros de altura, e 3 ) manteve-se dentro de uma caixa de 10m x 10m.
Misture Leonardo da Vinci, Rube Goldberg, Eddie Merckx e Igor Sikorsky, e você acabará voando em algo parecido com isto:


www.aerovelo.com - site com VÍDEO

17/07/2013 - Atualizando...
Esta postagem foi republicada em 13/07 no Portal Colaborativo GGN.

Por partes

Robert Bennett Bean (foto) dedicou grande parte de sua vida a medir e a pesar as vísceras das pessoas, correlacionando os resultados obtidos com as raças a que pertenciam. Publicou trabalhos sobre as características raciais do baço, do fígado, do coração, dos rins, do cérebro...






Só ocasionalmente Dr. Bean olhava uma pessoa por inteiro.
Ver também...
Visceroptose

Farinha em geral

"Comida de pobre é farinha: engrossa o que está fino, esfria o que está quente e aumenta o que está pouco." Otacílio Correia. In: "Ceará em Brasília", de outubro de 2012

Provérbios e expressões com a palavra farinha
Nem todo branco é farinha.
Não sai farinha branca do saco de carvão.
Deus dá o pão mas não amassa a farinha.
Deus dá a farinha e o Diabo fura o saco.
É tudo farinha do mesmo saco.
Pôr o ventilador na farinha.
O que se poupa no farelo gasta-se na farinha.
Diga minha vizinha, e tenha eu meu saco de farinha.
Sábado de aleluia, carne no prato, farinha na cuia.
Não há carne sem osso nem farinha sem caroço.
Farinha pouca, meu pirão primeiro.

Poderá também gostar de mel

11 julho, 2013

Pegando a Lua com a mão


Alternativa: PEGANDO O SOL COM A MÃO

Um solo épico de tambor

De tachos e panelas para canetas, lápis e a própria mesa de trabalho, esse trio de bateristas levou as coisas para o próximo nível: zabumbar em um tipo diferente de instrumento - o corpo humano!



O vídeo é uma resposta do blog EntreMentes para Carlinhos Brown, Dom Um Romão, Lan Lan, Marçal, Milton Banana, Naná Vasconcelos, Papete e outros percussionistas.

Audições anteriores
Violão e castanholas e Sai sopro, entra percussão

O efeito QWERTY

Você passa muitas horas por dia na frente de um teclado QWERTY de um computador?
Pois saiba que descobriram que o teclado tem influência sobre a maneira como reagimos às palavras.
Assim, tenderíamos a reagir mais positivamente às palavras formadas por letras do lado direito do teclado. Palavras com letras do lado esquerdo nos fariam sentir emoções negativas.
Eis uma amostragem não científica (em inglês) desse tal "efeito QWERTY":

MailOnline
E os cientistas, esses eternos cognitivos, já suspeitam da causa. É mais fácil a gente digitar com a mão direita, já que há menos letras no lado direito do teclado.
Entendeu agora por que há tanto LOL por aí?!

Poderá também gostar de ler
Germes, Teclado de chocolate, O teclado e as senhas e 40 anos de internet

10 julho, 2013

Quem tem pressa vai devagar

1
Eu disse a meu primeiro filho:
Antes de você correr, você tem que aprender a andar. Antes de andar, você tem que aprender a engatinhar. Antes de engatinhar, você tem que aprender a arrastar-se para fora do oceano usando suas nadadeiras rudimentares.
Então, alguém me explicou que a evolução não funciona assim.
Dave Pacheco
2

3
Festina lente é um oxímoro latino que significa "apressa-te devagar". E oxímoro é uma figura de estilo que reúne duas palavras aparentemente contraditórias ou incongruentes (p. ex., gentileza cruel; belo terrível).

♪Uva de caminhão♪

Samba composto por Assis Valente (1991, Bahia - 1958, Rio de Janeiro) e gravado por Carmen Miranda em 1939. Também foi gravado por Maria Alcina, Bethânia e Wanderlea (no álbum "A Lenda Viva de Carmen Miranda"), entre outros. Música em domínio público.
Comentário de Abel Cardoso Junior: 
"Assis passa em revista as músicas carnavalescas mais aceitas do ano: "Flauta de Bambu", "Pirulito", "Caiu o Pano da Cuíca", "A Pensão da Dona Estela", "Caramuru", "Eu Não Te Dou a Chupeta", "O Que Tem Iaiá", "Florisbela". "Quebra, Quebra Gabiroba" já vinha de 1930.
O nome 'Uva de Caminhão' foi sugerido pela venda de uvas em caminhões no Largo da Carioca, presenciada por ele e pelo jornalista Francisco Veiga, do alto do gabinete de prótese dentária de Assis Valente."

Já me disseram que você andou pintando o sete
Andou chupando muita uva
Até de caminhão
Agora anda dizendo que está de apendicite
E vai entrar no canivete
Vai fazer operação
Pois o que tem a "Florisbela" nas cadeiras dela
Andou dizendo que ganhou a "Flauta de Bambu"
Abandonou a batucada lá da Praça 11
E foi dançar o "Pirulito" lá no Grajaú
"Caiu o Pano da Cuíca" em boas condições
Apareceu Branca de Neve com Os Sete Anões
E na "Pensão da Dona Estela" foram farrear
"Quebra, Quebra Gabiroba"
Quero ver quebrar.
Já me disseram... (repete)
Você no Baile dos Quarenta deu o que falar
Cantando o seu "Caramuru"
Bota o pajé pra brincar
Tira, não tira o pajé
Deixa o pajé farrear
"Eu Não te dou a Chupeta"
Não adianta chorar.
Já me disseram... (repete)

Os Novos Vizinhos

FICHA TÉCNICA
Título original do filme: Meeting The New Gay Neighbors
Título do filme no Brasil: Os Novos Vizinhos
Ano: 2012
Duração: variável
Idiomas: inglês, com versão para o português
Gênero: comédia
Diretor: não informado
Atores: não informados
País: não informado
Colorido, com 8 fotogramas

09 julho, 2013